Goiás empata e garante a ponta do Grupo 31 da Copinha 2019

- Na segunda fase, o Goiás pega o Volta Redonda-RJ e o Nacional-SP jogará clássico da capital contra a Portuguesa
Goiás empata e garante a ponta do Grupo 31 da Copinha 2019

Mesmo com seus times já definidos para a próxima fase da Copa SP de Futebol Júnior 2019, o Grupo 31 precisava organizar as posições. Nacional e Goiás duelaram pela ponta, enquanto São Bento e Santa Cruz entraram em campo para cumprir tabela. Assim sendo, a chave ficou dessa forma: 1º – Goiás (7); 2º – Nacional-SP (7); 3º – São Bento (3); 4º – Santa Cruz (0)

COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR 2019 – GRUPO 31 – 3ª RODADA

São Bento 1 x 0 Santa Cruz

Sem mais nenhuma intenção no campeonato, os clubes abriram a última rodada do grupo da Copinha. O único gol do jogo saiu no fim da partida, nos acréscimos do segundo tempo, quando Luan fez lançamento para a grande área e Marcus, após assistência de peito, mandou para o gol aos 50 minutos. Essa foi a primeira e única vitória do Bentinho na Copinha 2019. O Santa se despede do torneio sem vencer, pontuar e sequer marcar gols.

Nacional-SP 1 x 1 Goiás

Naça e Esmeraldino fecharam a fase de grupos de sua chave. Ambos classificados, a briga neste confronto era pelo primeiro lugar. No primeiro tempo, após escanteio, Éverton subiu bem e acertou o alvo goiano: 1 x 0 para os paulistas aos nove minutos.

Na segunda etapa, falta para o Goiás e na cobrança, Flávio tocou para Felipe mandar rasteiro de longe, passando a bola por debaixo do goleiro. Tudo igual aos 31′ de jogo. Com o resultado, as duas equipes mantiveram a mesma pontuação, mas o Esmeraldino tem melhor saldo de gols encerrando a primeira fase na primeira posição.

BetWarrior


Poliesportiva


André Borges
André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

    Artigos Relacionados

    Topo