Gerente geral do Vasco fala sobre time: “Não é o ideal se formar um elenco todo ano”

Portanto, o gerente geral do Vasco, Carlos Brazil, falou sobre a dificuldade da montagem do elenco atual. Desde o início do ano, foram 21 contratações para se formar um novo time. Em suma, com a saída de Alexandre Pássaro e Fernando Diniz, no final de 2021, o time entrou em grande mudança e refez seu departamento de futebol.

Decerto, com a virada do ano, o próprio Carlos Brazil chegou a equipe, junto com o treinador Zé Ricardo. Portanto, com o orçamento curto e diversas negativas de jogadores, o gerente falou sobre tudo que foi feito e o objetivo do acesso:

“Corremos risco de não ter um elenco para disputar a Série B. Muito em cima do orçamento que tivemos. É o planejamento ideal? Claro que não. Aí entra muito da questão do comprometimento dos jogadores que estão aqui. São Jogadores que quiseram jogar no Vasco. Precisamos valorizar esses profissionais para que possamos caminhar com essa questão da filosofia. Não é de uma hora para outra. Esperamos fazer isso a médio prazo. Tenho certeza que vamos conseguir o acesso à Série A.

Chegamos em 15 de dezembro, com o mercado em andamento. Tentamos contato com muitos jogadores. Infelizmente não conseguimos trazê-los. Naquele momento o Vasco tinha problemas de salários atrasados. Muitos jogadores ficaram desconfiados. Não é o ideal se formar um elenco todo ano. Contratamos 21 jogadores”.

Em suma, o Vasco está invicto na Série B, com duas vitórias e quatro empates. Com 10 pontos, a equipe ocupa o 5º lugar.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!

Deixe um comentário