Com mais de 50 mil ingressos vendidos, Flamengo e Grêmio se enfrentam nesta quarta-feira (15), às 21h45 (de Brasília), no Maracanã por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. O jogo é decisivo, mas para o time carioca vale bem mais do que um lugar na próxima fase da competição. Após a trágica derrota para o Cruzeiro pela Libertadores, o torneio mata-mata ganhou uma importância ainda maior para o rubro-negro. Já o time gremista, vem descansado após poupar todos os titulares nos últimos jogos do Brasileirão em estratégia bem definida por Renato Gaúcho.

Sem o critério do “gol qualificado”, que dava um peso maior ao gol feito fora de casa, o empate por 1 x 1, em Porto Alegre simplificou o confronto pelas quartas de final. Quem vencer no Maracanã, avança. Em caso de empate, a decisão fica por conta dos pênaltis. O vencedor terá pela frente Chapecoense ou Corinthians, que se enfrentam na Arena Condá (os paulistas venceram por 1 x 0 a partida de ida).

Flamengo

O time comandado por Maurício Barbieri vem com confiança para a primeira decisão de agosto. Diferente do Grêmio, o Flamengo não poupou um jogador sequer na rodada do fim de semana do Brasileirão e garantiu a vitória por 1 x 0 sobre o Cruzeiro, no Maracanã, o que serviu para levantar o astral do elenco após duas partidas ruins. O time carioca não contará com Renê e Cuéllar que estão suspensos, e serão substituídos por Trauco e Piris da Motta, que voltam na partida que define um dos semifinalistas da Copa do Brasil. Herói na vitória contra os cruzeirenses, Henrique Dourado segue como titular. O Ceifador, por sinal, foi o responsável pela classificação do Flamengo na fase anterior, ao marcar em Campinas, o gol único do confronto com a Ponte Preta pelas oitavas de final.

Provável escalação: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado. Técnico: Maurício Barbieri.

Grêmio

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Com time praticamente completo para a partida, o Grêmio chega ao Rio de Janeiro com foco total na decisão. Na lateral-esquerda, Bruno Cortez  levanta a possibilidade de voltar à posição ultimamente preenchida por Marcelo Oliveira. No entanto, como de costume, o técnico gremista fechou os portões do treino que escalou o time para o jogo desta quarta, e a maior dúvida é em relação ao meio-campo na utilização de Cícero, priorizando a troca de passes, ou a entrada de Jaílson, que vem ganhando confiança nos últimos jogos e reforçaria o poder de marcação do setor. No ataque, André e Jael brigam pela titularidade com maior predileção e possibilidades do primeiro ser o escolhido.

Provável escalação: Marcelo Grohe, Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Cícero (Jaílson), Maicon, Ramiro, Everton, Luan e André (Jael). Técnico: Renato Gaúcho.

Retrospecto

As equipes já se enfrentaram 67 vezes, com uma superioridade de vitórias do clube gremista, foram 28 contra 18 do time carioca e, consequentemente, 21 empates. O Tricolor também marcou mais vezes, foram 85 contra 67 do Flamengo. Já pela Copa do Brasil, a partida confirma o sétimo confronto entre os clubes, e os gaúchos ainda levam vantagem: 4 x 2. Foram campeões no Maracanã em 1997 e avançaram em três semifinais: 89, 93 e 95. Os cariocas, por outro lado, venceram nos dois últimos encontros: oitavas de 1999 e a quartas de 2004.

Úrsula Gomes
Estudante de jornalismo, 20 anos, moradora da terra onde nasceu o América, e apaixonada por futebol. A paixão pelo futebol fez florescer a vontade de atuar no jornalismo. Falar sobre o esporte mais popular do mundo é vibrar como se estivesse dentro de campo, e trazer essa sensação pro texto. #DeixaElaTrabalhar

Artigos Relacionados