diniz

Em suma, os trabalhos de Fernando Diniz sempre se pautaram pela posse de bola. Decerto, o jogo em que o treinador se pauta é a base para todas as suas ideias dentro dos 90 minutos. No Vasco, desde o começo, se viu um time tentando trocar passes e ficar com a bola. Cada vez mais, na sequência de partidas, o time tem mais a cara de Diniz.

Com semanas livres para treinar, é possível ver o time exercitando constantemente o toque de bola, de forma que as jogadas saiam de forma natural, em direção ao gol do rival. Nesta semana, na preparação para o jogo contra o Coritiba (16), o time vem trabalhando demais a posse e o toque de bola.

Para Diniz, o toque rápido, troca de posições e saber usar curtos espaços de campo, é o verdadeiro jogo que o treinador gosta. Por isso, optou por ter jogadores com maior qualidade no meio campo da equipe, casos de Morato e Marquinhos Gabriel.

Decerto, com 61% de aproveitamento na frente da equipe, Diniz não vai abrir mão de seu jogo que tem combinado com o elenco do Vasco. Assim, podemos esperar um time ainda mais dominante em relação a posse de bola.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!

Deixe um comentário