Antes de mais nada, após a goleada histórica da Ponte Preta Fábio Moreno, comemorou o resultado, mas conta com a ajuda da diretoria para formar um elenco forte para a próxima temporada. Bem como, o jogo foi a despedida da Série B 2020/2021.

Por outro lado a equipe está de olho no Campeonato Paulista, que começa no dia 28 de fevereiro. Ainda mais que técnico  não escondeu o desejo de contar com a permanência daqueles considerados fundamentais no time, como o atacante Bruno Rodrigues, que estava suspenso para a partida e Camilo, autor de dois gols.

Da mesma forma, falou sobre enfatizou a necessidade de reposição para as peças que sairão:

“Acho que a diretoria, o Alex Brasil, todos têm se empenhado muito para renovar com os jogadores que a gente tem e buscar a reposição no mercado para aqueles que, inevitavelmente, não possam continuar. Independentemente dos nomes, acredito que a Ponte estará forte no Paulistão”.

Assim também, o Fábio Moreno comentou a situação de Moisés. Juntamente com isso o atacante foi o principal destaque individual da partida, com três gols. Ou seja seu contrato está fechado para a disputa do Paulistão, mas a permanência não está garantida.

“Tenho certeza de que foi a melhor atuação com a camisa da Ponte Preta, não só pelos gols, mas pela participação. Ele tem melhorado bastante taticamente, ainda falta muito a progredir. É um cara que carece de mais trabalho, de posicionamento, de entendimento, até por conta da própria formação peculiar dele”, completou.

Posteriormente o comandante falou sobre os jogadores de base, poris é mais uma oportunidade de colocar em campo jovens talentos da base.

Em conclusão, também comentou sobre a pré-temporada e o trabalho com goleiros.

 

Foto destaque: Àlvaro Jr/ PontePress

Ainah Carvalho
Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs