Em plena sexta-feira 13, Fantasma aterroriza e vence Náutico pela Série B

Nesta sexta-feira (13), Operário-PR e Náutico entraram em campo em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Assim, no Germano Krüger, o Fantasma se aproveitou da apatia do Timbu e foi melhor por quase todo o confronto e venceu por 3 x 1. Logo, os gols dos mandantes saíram dos pés do estreante da tarde, Ricardo Bueno, e de Douglas Coutinho, duas vezes. Enquanto que os Alvirrubros descontaram com Kieza. Resultado que fez os donos da casa abrirem nove pontos para a zona de rebaixamente, encabeçada pelos pernambucanos.

1º TEMPO

Atuando em casa, o Operário-PR foi superior em boa parte da etapa inicial, Assim, com mais posse de bola, criou as melhores chances e foi para os vestiários com a vitória parcial. Logo aos 4′, o Fantasma levou perigo na cabeçada de Douglas Coutinho, que Halls defendeu. Enquanto isso, o Náutico tinha dificuldades na saída de bola e, sem movimentação pelo meio-campo, ficou refém de chutes de fora da área, sem maiores riscos ao gol de Thiago Braga.

Assim, aos 21′, Thomaz desceu pela esquerda e cruzou para Ricardo Bueno que chutou, mas tentando tirar do goleiro, acabou mandando para fora. Em seguida, na melhor chance do Náutico, Kieza recepcionou bola de Jean Carlos, mas errou no passe para finalização. Na sequência, o Operário-PR aproveitou erro da defesa alvirrubra, Ricardo Bueno puxou contra-ataque até encontrar Jean Carlo que chutou para boa defesa de Halls. Logo, a pressão mandante deu resultado aos 45′, quando o estreando Ricardo Bueno dominou a bola e mandou um chute forte para abrir o placar para o Fantasma.

https://twitter.com/nauticope/status/1327345145717600263

2º TEMPO

Na volta do intervalo, em desvantagem, o técnico Gilson Kleina promoveu a troca de Jean Carlos por Marcos Vinicius no Náutico. No entanto, a mudança não se traduziu em evolução. Assim, com um reinício sem grandes inspirações, o Operário-PR seguiu melhor, criando chances de perigo. Logo, aos 20′, chegou ao segundo gol. Douglas Coutinho recebeu bola pela esquerda, puxou para a direita e, da entrada da área,acertou um belo chute para ampliar a vantagem.

Após o gol, o Náutico esboçou uma reação, sem muita organização. Apesar disso, a pressão deu resultado aos 30′, quando Kieza tabelou com Ruy e chutou de bico para diminuir o marcador no Germano Krüger. Em seguida, em uma cobrança de falta, Thomas Bastos exigiu boa intervenção de Halls. Já na reta final, Thomas Bastos recuperou bola pelo meio-campo e cruzou para Douglas Coutinho definir o placar em Ponta Grossa. No fim, ainda houve tempo para Thomas Bastos carimbar a trave em nova falta cobrada.

https://twitter.com/OFECoficial/status/1327367994981445633

OPERÁRIO-PR x NÁUTICO – E AGORA?

Dessa forma, com o resultado, o Operário-PR emendou a segunda vitória seguida e chega aos 29 pontos, na 8ª posição. Já o Náutico chega a quatro rodadas sem vencer e segue na 17ª colocação com 20 pontos, quatro a menos que o primeiro time fora da zona do rebaixamento, o Vitória-BA. Agora, na próxima rodada, o Fantasma recebe o América-MG, no sábado (21), às 16h30 (horário de Brasília). Enquanto que o Timbu visita o CRB, no mesmo dia, mas às 19h (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS – OPERÁRIO-PR x NÁUTICO

Foto Destaque: Reprodução / André Jonsson / OFEC

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 29 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados