Diniz não quer jogar a toalha sobre acesso: "Tentar fazer cinco vitórias"

Em suma, o treinador Fernando Diniz mostrou abatimento após a derrota contra o Guarani, por 1 x 0. Decerto, o resultado tirou praticamente todas as chances do acesso do Vasco. O time teve a bola do jogo, nos pés de Germán Cano, que perdeu o pênalti. Na sequência da jogada, o time da casa marcou o gol da vitória.

Diniz, apesar de não querer jogar a toalha, sabe que o acesso só chegará por um milagre. O Vasco precisa vencer os cinco jogos, além de contar com tropeços dos adversários que estão à sua frente:

“Eu acho que perder o pênalti deixou a equipe um pouco desmobilizada. Tivemos a chance de matar o contra-ataque do escanteio, que acabou culminando com o gol da vitória do Guarani. Em relação ao clássico temos que continuar trabalhando, temos cinco jogos pela frente e temos que tentar fazer cinco vitórias.”

Portanto, a próxima partida é contra o rival Botafogo, em São Januário. O Glorioso luta pelo título e por isso, o jogo será bastante difícil para o Cruzmaltino. Serão dois jogos em sequência no estádio e é a última chance do time brigar pela volta à elite em 2022. Matematicamente, o Vasco tem menos de 1% de possibilidades do acesso.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!