Diniz critica atuação do VAR: "Se isso não foi pênalti, o gramado é azul"

Antes de mais nada, o técnico Fernando Diniz rasgou críticas ao VAR e ao árbitro da partida pela não marcação do pênalti a favor do Santos na segunda etapa. Assim, com a penalidade não marcada o Peixe acabou sendo derrotado por 1 x 0.

CRÍTICAS DE FERNANDO DINIZ AO VAR

Em suma, o polêmico lance do pênalti contra o Santos no jogo com o Athletico-PR, não teve o auxílio do VAR. Dessa forma, Diniz contestou o uso do aparelho.

“Arbitragem tem sido determinante, foi hoje e na Vila Belmiro. O jogador colocou a chuteira entre joelho e canela e não foi expulso, mesmo com a análise do VAR (Gabriel Mercado, do Internacional). O lance que determina o Campeonato Brasileiro é a expulsão do Rodinei contra o Flamengo, por exemplo, num lance parecido. O pênalti é pênalti em qualquer lugar, não precisava nem de VAR. Era pênalti antes e depois do Pelé. Era pênalti óbvio. Jogadores do Athletico falaram que era pênalti no banco, tinha gente da Santos TV ali. Era um lance fácil de apitar e o árbitro disse para mim que não foi pênalti. Se isso não foi pênalti, o gramado é azul. Sou a favor do VAR, mas a ferramenta precisa corrigir injustiças, é importante, mas aqui há confusão, falta de critério e erra em cima de coisas fáceis. Gera uma revolta importante”, avaliou.

Além disso, Fernando Diniz relembrou outros recentes casos em que o Peixe foi prejudicado pela arbitragem.

“O pênalti contra o Ceará na Vila Belmiro foi menos pênalti do que hoje, mas foi pênalti de acordo com os critérios. O pênalti de hoje é um pênalti em qualquer critério de qualquer época. Com o auxílio do VAR, como não se revoltar? Esse tipo de lance pode determinar uma passagem de fase na Copa do Brasil. E de quem é essa responsabilidade? O jogador perdeu o tempo da bola no quique e ajeitou com o braço. Lance fácil. E quase saiu gol do Athletico na sequência do lance. Precisamos discutir mais seriamente, não sabemos os critérios. Cada árbitro tem um critério”, emendou.

Por fim, confira mais sobre o Peixe:

Foto destaque: Divulgação/Ivan Storti/SFC

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.