Depois de derrota para CRB, técnico do Vila Nova admite: “falhamos todos”

Depois de cinco jogos de invencibilidade, com duas vitórias e três empates, o técnico Higo Magalhães lamentou primeira derrota do Vila Nova sob seu comando. Em síntese, no último domingo (18), o time goiano encarou o CRB fora de casa e perdeu por 2 x 1. A saber, o treinador assumiu o Tigre depois de Wagner Lopes ter sido desligado do clube.

Sendo assim, após o revés em Maceió, Higo comentou sobre o resultado. No entanto, não citou culpados. O técnico ainda projeta o próximo confronto do Vila Nova, agora, em casa. Entretanto, pela Série B, o time ainda não venceu em seu estádio, o Onésio Brasileiro, em Goiânia. A saber, como mandante, o Colorado triunfou sobre o CSA por 1 x 0 no Estádio Annibal Batista de Toledo, quando mandou seus jogos na região metropolitana de Goiânia.

“Tivemos muita dificuldade nesse jogo. No entanto, não posso ficar pontuando, senão deixarei meus atletas expostos. Jamais farei isso, porque falhamos todos. Essas coisas ficam entre nós. Pagamos um preço alto. Uma hora nosso sistema defensivo não iria suportar. Chegou esse momento. Agora, é tentar recuperar e potencializar em energia. Viemos de uma sequência sem perder, mas em algum momento iria acontecer. Então, é gerenciar os problemas e dar uma resposta rapidamente. Perder é muito ruim. A gente projetava a situação de, no mínimo, conseguir um empate. Contudo, a competição é muito dura, muito parelha em todos os sentidos. Agora, na próxima partida, vamos jogar no nosso domínio e precisamos vencer em casa para responder rápido e pontuar”, projetou o comandante.

Próximo compromisso do Vila Nova

O Colorado retorna aos gramados nesta quarta-feira (21), quando recebe o Brusque, no OBA, em Goiânia. Assim, as equipes duelam pela 13ª rodada da Série B, às 16h (horário de Brasília). Em suma, enquanto os visitantes ocupam a 10ª posição na tabela com 16 pontos, o Vila Nova está na 12ª com 14.

Foto destaque: Reprodução/Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).