Dedé chega ao Moisés Lucarelli. (Foto destaque: Divulgação/ PontePress)

Acima de tudo, nesta quarta-feira (5), a contratação mais esperada da Ponte Preta para 2022 desembarcou no Moisés Lucarelli! Assim como, trata-se do experiente zagueiro Dedé que reúne passagens pelo Vasco da Gama, Cruzeiro e Seleção Brasileira. A saber, o atleta foi anunciado na última sexta-feira (31), e pegou a torcida alvinegra de surpresa.

Vale lembrar, o futebolista teve o monitoramento de Fluminense e Botafogo no início de dezembro. No entanto, os clubes cariocas optaram por atletas que estão atuando.

Contudo, o craque estava sem contrato, desde que rescindiu com o Cruzeiro, e deve ficar na Ponte até dezembro deste ano. Bem como, em seu acordo, ambas as partes toparam fixar uma cláusula de produtividade durante o período que defender a Macaca.

Além disso, a partir de agora, Dedé integra o elenco e vira opção para o treinador Gilson Kleina. Nesse sentido, com a chegada do futebolista, a Ponte passa a contar com cinco zagueiros – Cleylton, Douglas Mendes, Fábio Sanches, Gustavo Cipriano e Thiago Lopes.

Dedé chega ao Moisés Lucarelli

Todavia, sem atuar desde 2019, o responsável por cuidar da saúde do atleta nos últimos anos foi o preparador Fernando Cariello. Porém, integra a comissão técnica do Volta Redonda, time que abriu as portas para o jogador.

“Nós fizemos muitos testes e o Dedé evoluiu muito nos últimos meses. Ele está pronto para atuar em alto rendimento”, garantiu Cariello em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas.

Por exemplo, o preparador usou o termo ‘monstruoso' para falar sobre o condicionamento físico do craque que vai ajudar a Ponte Preta.

“Ele puxa grupo, puxa treino e sempre foi uma liderança. É uma figura muito importante em qualquer clube de qualquer cenário do Brasil”, completou.

Em resumo, Cariello sugeriu que o trabalho com o jogador seja realizado jogo após jogo. Bem como, não descartou poupar o atleta em algumas ocasiões para preservá-lo.

“O Dedé está pronto. É importante pensar jogo a jogo. Não adianta projetar a temporada inteira. É o momento de dar um passo de cada vez. Ele consegue jogar tranquilamente em alto nível e tenho convicção que o trabalho vai ser muito positivo desde o início”, finalizou.

Foto destaque: Divulgação/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs