De virada, o CSA bateu o Cruzeiro por 2 x 1, na Arena Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (26), em partida válida pela 26ª rodada do Brasileirão Série B. A Raposa comandou o 1° tempo e abriu o placar com Claudinho. Mas o time alagoano voltou mais ligado no complemento e conseguiu a virada, encerrando a sequência de 12 partidas de invencibilidade do time mineiro.

Assista aos melhores momentos de Cruzeiro x CSA

1° tempo: domínio do mandante

No embalo da torcida, o Cruzeiro começou melhor, pressionando o adversário e não deixando espaços na defesa. Acionado por Thiago, Felipe Augusto invadiu a área com velocidade e bateu forte de canhota, mas o chute parou em Thiago Rodrigues. Logo após, o CSA respondeu com um chute de Bruno Mota, que obrigou o goleiro Fábio a fazer boa defesa. Com mais volume, no entanto, a Raposa quem levou a vantagem para o intervalo com o gol marcado por Claudinho.

2° tempo: Como elemento surpresa, CSA vira e fatura os três pontos

O CSA voltou mais ligado e igualou o marcador logo aos 4’. Yuri apareceu como elemento surpresa na área, dominou no peito e tocou na saída de Fábio. O Cruzeiro sentiu o gol e com ânimos exaltados não conseguiu mais criar, dando espaço para o time alagoano que virou antes dos 20 minutos. Novamente por trás da defesa, mas agora com Iuri Castilho, o time alagoano marcou. 2 x 1. Nervoso, o plantel cruzeirense ainda teve Rafael Sóbis expulso por reclamação. Após o fim da partida houve confusão entre os jogadores e também entre torcedores rivais na arquibancada.

CRUZEIRO X CSA – E AGORA?

Com o resultado, o CSA chega a 38 pontos e alcança a 7ª colocação. Por outro lado, o Cruzeiro permanece na 13ª colocação e vê o sonho do acesso ficar mais longe.

Na próxima rodada, as equipes têm compromisso na quarta-feira(29). Às 19h o Cruzeiro enfrenta o Guarani, no Brinco de Ouro. Em seguida, o CSA recebe a Ponte Preta no Rei Pelé. Ambas as partidas serão pelo horário de Brasília.

FOTO DESTAQUE: Divulgação/Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Izabela Avelar
Izabela Avelar, mineira de 22 anos. Estudante de Jornalismo na UNA, em Belo Horizonte. Amo esportes e em especial a paixão dos brasileiros: o futebol. Tenho apreciado esta arte pelas arquibandas. Agora me aventuro também pelos bastidores. Para as mulheres, não é fácil entrar nesse mundo. Eu decidi enfrentar. Estou em busca do meu espaço. Levar a alegria de forma imparcial. E provar que mulher entende sim de futebol.