Com mais de 40 mil na Arena Pantanal, Operário-PR é campeão da Série C

Cuiabá e Operário-PR se enfrentaram na noite de ontem (22) pela segunda partida da final do Campeonato Brasileiro da Série C, na Arena Pantanal, com direito à apagão. Depois de um primeiro jogo movimentado no Paraná, com três gols para cada lado, e muita confusão no final da partida entre os jogadores, os dois clubes fizeram a segunda partida na capital do Mato Grosso. Com o placar de 1 x 0 para os visitantes, o clube paranaense se consagrou campeão da Série C 2018.

1º tempo

O relógio marcava apenas três minutos, quando parte dos refletores da Arena Pantanal apagaram. Segundo os responsáveis, o problema foi causado por uma instabilidade do sistema elétrico do estádio. Após 90 minutos de paralisação, o árbitro do jogo Marcelo de Lima Henrique, reiniciou a partida. E o Cuiabá foi pra cima e teve algumas chances de abrir o placar. O grande responsável pelo 0 a 0 na etapa inicial foi o goleiro do Operário-PR, Simão. O time paranaense assustou com apenas uma jogada aos 43′, com Cleyton chutando de longe.

2º tempo

A segunda etapa definiu o campeão, quando logo aos nove minutos o Operário-PR abriu o placar, que continuou assim até o fim da partida. Bruno Batata foi o responsável pelo gol que deu o campeonato ao time do Paraná. Quirino chutou para o gol, o goleiro do Cuiabá, Victor Souza, rebateu, e sobrou para o Bruno Batata, que colocou para o fundo das redes. Daí em diante, o Cuiabá tentou pressionar e o goleiro do Operário operou milagres. O maior susto do goleiro Simão foi aos 46 da etapa final, quando ele defendeu o chute de Edson Borges, que ainda bateu na trave na sequência.

https://twitter.com/OFECoficial/status/1043682882236166146

Campeão novamente!

O Operário–PR foi campeão da Série D em 2017, e esse ano se consagrou campeão mais uma vez, desta vez da Série C 2018. Em dois anos o time do Paraná conquistou um feito inédito, sendo campeão duas vezes seguidas da Série D e C do Campeonato Brasileiro. E com recorde de público na Arena Pantanal, estádio construído para a Copa do Mundo de 2014, o Operário-PR foi campeão na casa do Cuiabá.

Melhores Momentos

Manuella Miranda
Manuella Miranda, jornalista, 27 anos. Formada em Comunicação Social, com Habilitação em Jornalismo, pelo Universidade Federal de Sergipe – UFS, em dezembro de 2016. Estudante de Rádio e TV no Senac Sergipe. Atuação em Assessoria de Comunicação, nas áreas de projetos sociais e cultura. Desde janeiro de 2018, repórter de campo. Trabalho de cobertura de jogos de futebol, Campeonato Sergipano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série C e Campeonato Brasileiro da Série D. Atualmente repórter e apresentadora do programa Esporte é Cultura da Rádio Cultura de Sergipe 670 AM.

Artigos Relacionados