Kevin em ação pela Ponte Preta. (Foto destaque: Álvaro Jr/ PontePress)

Desde já, situação física de Kevin impede repetição do time da Ponte para próximo jogo. Bem como com pequeno edema muscular, lateral-direito será preservado do duelo deste sábado (17) contra o Remo, no Moisés Lucarelli.

Assim também o atleta sentiu um desconforto muscular depois do empate por 1 x 1 com o Náutico, na última segunda-feira (12). Ou seja,  passou por exames. Segundo o clube, a tendência é que ele volte a ficar à disposição já para o compromisso seguinte, na próxima terça-feira (20), contra o Vitória.

Ocasionalmente sem o atleta, Gilson Kleina deve recolocar Felipe Albuquerque na direita, abrindo espaço para Jean Carlos ou Rafael Santos na esquerda. Por outro lado o primeiro vem ficando como opção no banco, enquanto Rafael não foi relacionado para as últimas partidas.

Outra situação em aberto também envolve o sistema defensivo. Bem como com Ednei liberado pelo departamento médico, fica a dúvida se Gilson Kleina vai manter Cleylton e Fábio Sanches como dupla de zaga ou vai promover a entrada de Ednei no lugar de um deles.

Em suma, a Macaca encerrou a preparação para o jogo com um treino na manhã desta sexta-feira (16). Além do futebolista, Kleina não poderá contar com o meia Thalles, o atacante Rodrigão, o goleiro Ygor Vinhas e o volante Léo Naldi – todos com problemas físicos.

Nesse ínterim sem perder há seis jogos, mas com cinco empates na série invicta, sendo três consecutivos. Do mesmo modo a Ponte vai entrar em campo dentro da zona de rebaixamento, com nove pontos.

Uma provável escalação da Ponte tem Ivan, Felipe Albuquerque, Fábio Sanches, Cleylton (Ednei) e Jean Carlos (Rafael Santos); André Luiz, Dawhan e Camilo; Niltinho, Richard e Moisés.

 

Foto destaque: Álvaro Jr/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs