Cerro Largo vence e ainda sonha com título do Apertura Uruguai 2020

Na última quarta-feira (7), Cerro Largo recebeu o Cerro, no Estádio Ubilla, pela 14ª rodada do Apertura 2020. Em campo, lados opostos na tabela. Enquanto os mandantes precisavam da vitória para ainda sonhar com o título, os visitantes lutavam pela permanência na 1ª divisão. Embora tenha ficado com um jogador a menos no fim do duelo, o placar foi favorável a quem está na parte de cima da tabela: 2 x 1 para os donos da casa.

1º TEMPO

Na primeira etapa, o Arachán abriu o marcador aos 36′, após cruzamento de Tomás Fernández e cabeceio de Enzo Borges, e Rentistas.

2º TEMPO

O início foi idêntico à primeira etapa: controle total dos anfitriões. Dessa forma, o Cerro Largo aumentou a diferença, com gol de Guillermo May e outra assistência de Tomás Fernández. Após receber a bola na ponta direita, o meia arrancou e cruzou para o atacante, que ainda dominou antes de chutar e ampliar o marcador. No entanto, o que parecia uma vitória confortável, quase se tornou um pesadelo nos últimos minutos.

Dono de duas assistências no jogo, Tomás Fernández foi mais cedo para o vestiário após entrada violenta e cartão vermelho direto, aos 27′. Diante disso, o Cerro pressionou e descontou com cabeçada de Cabrera, aos 40′. Por fim, o Cerro Largo controlou a partida com o coração e saiu com a vitória.

https://twitter.com/martin6catta/status/1314011007958876162

E AGORA?

O triunfo coroa a grande campanha da equipe de Danielo Núñez, que está apenas três pontos atrás dos líderes, Nacional e Rentistas. Apesar das chances de título na última rodada, elas são remotas, pois a equipe precisa não apenas da vitória e tropeço do rivais, mas também tirar a vantagem no saldo de gols. Por outro lado, o Cerro soma 13 em 14 jogos pelo o Apertura e é o penúltimo. Além disso, a equipe é a última na média de pontos do campeonato de 2019 e 2020. Ou seja, dificilmente escapará da queda.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Reprodução/João da Silva/Getty Images

Luís Ricardo
Eu sou Luís Ricardo, tenho 21 anos e estudo Jornalismo, pela Unesp. Moro atualmente na cidade de Bauru, mas sou natural da baixada santista, local onde se encontram minhas paixões: família, praia e o Santos FC. Já trabalhei com mídias digitais, assessoria e rádio, este último, aliás, me fez ainda mais apaixonado pela cobertura esportiva. No momento, faço parte do portal Eu Atleta, do GE.com (antigo Globoesporte.com). Como romântico do futebol, sou favorável às análises táticas e técnicas, mas sem negligenciar o fato de que o esporte ainda é jogado por humanos e, portanto, factível às suas emoções.

Artigos Relacionados