Centrão Na Veia. (Foto: Danilo Queiroz/Distrito do Esporte)

Mais uma vez, o Centrão Na Veia traz novidades do futebol do Centro-Oeste brasileiro nesta 5ª edição. Assim, saiba das principais notícias de Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Além disso, contamos com a participação especial do Estado de Espírito Santo. Em Brasília, a parceria entre BRB e Flamengo não foi vista com bons olhos. Saiba dessa e de outras notícias.

Centrão Na Veia no Spotify 

Goiás

O Atlético-GO, em live na sexta-feira (19), . Entretanto, já recuperado, voltou aos treinamentos. Por fim, o Esmeraldino zerou os casos em jogadores, comissão técnica e colaboradores. 

Mato Grosso

Os jogadores do Cuiabá Esporte Clube já vinham treinando em casa. Mas, recentemente, o elenco retornou aos seus treinos presenciais. A retomada ocorreu após uma sequência de testes para a Covid-19 em seus jogadores, comissão técnica e todos os funcionários.  Logo, as atividades do Dourado estão acontecendo de acordo com o Guia Médico disponibilizado pela Confederação Brasileira de Futebol. Além do protocolo de segurança do próprio departamento médico do clube, liderado pelo Dr. Isac Lacerda. Por fim, até o momento, Cuiabá é o único clube do Estado que mantém o elenco ativo e se prepara para o retorno dos campeonatos. 

Mato Grosso do Sul

Árbitros sul-matogrossenses recebem auxílio da CBF. Há quatro meses sem atuar por conta da pandemia da Covid-19, a Confederação liberou a terceira parcela do auxílio financeiro previsto para o período. Logo, no Mato Grosso do Sul, seis árbitros e oito assistentes foram contemplados. Dessa maneira, os pagamentos serão feitos com base na maior taxa paga pela CBF para a categoria correspondente. Sendo assim, árbitros das Séries A à D, o valor a ser recebido varia entre R$ 975 e 5 mil. Já para os assistentes, o abono pode chegar até R$ 3 mil.

Distrito Federal

Segundo o Metrópoles, o Banco de Brasília (BRB) deve pagar cerca de R$ 35 milhões ao Flamengo. Dessa maneira, o valor vai muito além do acordo feito com os clubes brasilienses no ano passado, quando a instituição financeira pública do Distrito Federal investiu R$ 512 mil em seis equipes que disputaram o Candangão de 2019. Sendo assim, o patrocínio ao clube carioca bancaria 68 competições estaduais.

Espírito Santo

Paralisado há três meses, o futebol capixaba segue sem uma data prevista para o retorno das atividades. O presidente da Federação de Futebol do Espírito Santo, Gustavo Vieira, reafirmou que a situação do Estado segue alarmante. Portanto, não há condições da retomada do Estadual. Em relação ao possível auxílio financeiro para os testes da Covid-19, o mandatário declarou que a Federação está sem movimentação financeira desde a paralisação do Campeonato e, assim, seguem as conversas com o governo estadual e alguns parceiros para que haja um auxílio nesta parte.

Centrão Na Veia no YouTube

Foto destaque: Reprodução/Danilo Queiroz/Distrito do Esporte

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados