Base do Guarani vem pedindo passagem para 2022

Primeiramente, os atacantes Sub-20 da base do Guarani, Matheus Souza e Renanzinho, foram integrados ao elenco profissional. dessa forma, o fato aconteceu após a eliminação da equipe na sexta colocação no Campeonato Paulista Sub-20 de 2021 para a Ferroviária.  Ao longo de todo o ano, alguns dos pratas da casa estiveram integrados ao elenco profissional e receberam algumas oportunidades.

Sendo assim, o atacante Renan, mais conhecido como Renanzinho, fez 23 jogos pela equipe principal do Guarani. Assim, foram dez jogos no Campeonato Paulista (três como titular) e 13 jogos pela Série B, entrando no decorrer das partidas. Porém, ele foi chamado para reforçar a categoria sub-20 no Paulista e marcou um gol em três jogos.

Por seguinte, o outro atacante, Matheus Souza foi mais um atleta da base que se destacou no profissional. Assim, o jogador foi um dos artilheiros do time no Paulista sub-20 com sete gols. Desta forma, o atleta entrou em nove partidas da Série B e deu uma assistência. Enfim, no Campeonato Paulista, o jogador teve dez jogos como atuante.

Mais uma vez, outro jogador da base que recebe destaque é o Alan. O atleta, em 17 jogos no sub-20 do Paulistão, marcou sete vezes e ficou empatado com a artilharia do clube juntamente com o atacante Matheus Souza. Porém, Alan não ganhou chances no profissional nesse ano de 2021, mas pode ser uma opção para a temporada de 2022. Todos os jogadores da base do Guarani tem 20 anos de idade.  

Parte defensiva da base do Guarani

Primeiramente, um dos destaques do Guarani na Série B foi o lateral-esquerdo Bidu. Formado no clube, ele tem 22 anos e atuou em 35 jogos do campeonato. Marcou quatro gols, deu quatro assistências e foi eleito para a seleção da Série B. Por seguinte, já na lateral-direita, quem terminou a temporada como titular foi Mateus Ludke. Sendo assim, aos 20 anos, ele assumiu a vaga após a lesão de Diogo Mateus. Ludke jogou pela Chapecoense e chegou ao Guarani no ano passado para a equipe sub-20. Fez 14 jogos na Série B deste ano e marcou dois gols.

Foto: Reprodução/ Thomaz Marostegan/Guarani FC

Kelvin Vendito
O amor ao esporte me direciona ao futuro. A paixão pelo grito de gol que se ouve em um estádio lotado, mostra o futuro certo que escolhi para a minha vida. O esporte sempre fez parte da minha vida. O esporte é minha vida!