Atlético-MG projeta aumentar público na Arena MRV para jogo contra o líder Botafogo

Atlético espera conseguir aumentar o público presente no seu próximo jogo da Arena MRV

O Atlético-MG estreou sua nova casa, a Arena MRV, no último domingo (27). Apesar da capacidade para cerca de 45 mil pessoas, o Galo conseguiu liberação para apenas 30 mil. Para o próximo jogo como mandante, a ideia é aumentar o número de torcedores presentes.

Contra o Santos, na estreia, a Arena MRV recebeu exatamente 29.782 torcedores. Para o jogo contra o Botafogo, que será o próximo do Atlético como mandante, a ideia é aumentar a capacidade em cinco mil, ou seja, chegando a 35 mil presentes. A informação foi revelada pelo CEO do Galo, Bruno Muzzi, no evento Fórum SAF 2023, que acontece nesta quinta-feira (31), em Belo Horizonte.

– Os resultados da mobilidade externa, de trânsito, foram muito bons. Quem foi na Arena, pôde chegar e sair, o acesso dentro do estádio foi muito bom. Tem muita coisa a ser feita. Acho que dá para passar para 35 mil no próximo jogo – disse Muzzi.

A partida entre Atlético e Botafogo acontece apenas no dia 16 de setembro. Ou seja, o Galo ainda tem mais de duas semanas para conseguir a liberação de mais público no seu estádio e também consertar os problemas que surgiram na estreia.

Dono do Atlético comenta estreia da Arena

No mesmo evento que Bruno Muzzi falou do aumento de capacidade da Arena MRV, um dos sócios majoritários da SAF do Atlético, Rafael Menin, também comentou sobre a estreia da nova casa atleticana.

– Foi um dia incrível, que fica para a memória de todos os atleticanos. A gente teve o benefício de ser a última arena feita no Brasil, então pudemos aprender com os pontos positivos e negativos, não só no Brasil. A gente tem a convicção de que a Arena MRV é o melhor equipamento esportivo do Brasil e da América do Sul. É o mais moderno, o mais inclusivo disparado, o mais sustentável e o mais confortável. Única arena 100% do clube – disse em entrevista à Rádio Itatiaia.

Rafael Menin revelou ainda que apenas 18 mil ingressos foram colocados à venda para a primeira partida, já que os outros quase 12 mil se dividiram entre as pessoas com cadeira cativa, camarote, imprensa, patrocinadores, acionistas e compradores de ingresso para o primeiro jogo da Arena MRV, que seria contra uma equipe internacional. Ele também falou sobre aumentar a capacidade: “Foi uma carga (de ingressos à venda) muito menor. Daqui para frente, a expectativa é que a gente consiga aumentar cinco mil lugares por jogo”.

O empresário e presidente da MRV Engenharia, afirmou ainda que o Atlético-MG conseguiu um lucro líquido de quase R$ 200 mil só com alimentação e estacionamentos: “Isso mostra o potencial de arrecadação”.

Arena MRV terá placas para cada gol

Parceira do Atlético-MG, da Arena MRV e empresa que dá nome para um dos níveis do estádio, a ArcelorMittal criou um painel em uma parte do estádio que vai ter placas representando cada gol marcado pelo Galo em sua casa.

No local, já estão instaladas as placas dos dois gols de Paulinho, que marcaram a vitória do Atlético-MG contra o Santos no último domingo, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Antes de jogo, Arena MRV recebe shows

Antes da bola voltar a rolar para o Atlético-MG na Arena MRV, o estádio vai receber dois eventos com shows de artistas. O primeiro acontece na quarta-feira (6), com as duplas Jorge e Mateus e Clayton e Romário, além da cantora de axé Ivete Sangalo. Já no sábado (9), a casa do Galo vai receber seu primeiro show internacional, da banda de pop californiana Maroon 5. O palco já está sendo montado:

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes de Trivela e Futebol na Veia, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.