Arthur Rezende alerta sobre jogo contra Brasil de Pelotas: “nível concentração e atuação lá em cima”

Antes de mais nada, nesta sexta-feira (15), o Vila Nova visita o Brasil de Pelotas, no Estádio Bento Freitas. A partir disso, Arthur Rezende, meia colorado, chamou a atenção quanto à logística até a chegada a Pelotas e também quanto ao momento do rival. Em resumo, o Xavante atualmente ocupa a lanterna da Série B, com 19 pontos somados. Além disso, o time da casa estava há 16 jogos sem vencer, mas quebrou o jejum na rodada passada, quando superou o Operário por 1 x 0.

A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. Aliás, na Série B não tem partida fácil em nenhum momento. O Brasil de Pelotas vive um momento difícil, mas quando a gente está em um momento como esse tiramos forças de onde não tem. Então, vamos para lá sabendo que será um jogo muito difícil, disputado, e que a gente não pode abaixar nossa concentração, disposição dentro de campo e nossa confiança para jogar quando tivermos a bola. Assim, temos que manter nosso nível de concentração e atuação lá em cima para fazer um grande jogo e conquistar um resultado que precisamos muito, que é a vitória. É muito difícil, começando pela logística por ser uma viagem distante. Sempre que jogamos lá, sabemos que é um duelo de força, truncado. Então, a gente acredita que, depois da vitória que eles tiveram na última rodada, deverá ser um jogo mais difícil ainda. Portanto, estamos nos preparando bastante para chegar lá e não sermos surpreendidos”, garantiu o meia.

Confira a agenda de outubro de Arthur Rezende com o Vila Nova (Série B e Copa Verde):

  • 02/10 – Ponte Preta 1 x 1 Vila – 21h (Estádio Moisés Lucarelli)
  • 08/10 – Vila 1 x 0 Remo – 19h (OBA)
  • 15/10 – Brasil de Pelotas x Vila – 21h30 (Estádio Bento Freitas)
  • 18/10 – Vila x CRB – 20h (OBA)
  • 26/10 – Brusque x Vila – 19h (Estádio Augusto Bauer)
  • 21/10 – Vila x Rio Branco (ES) – 16h (todos em horário de Brasília) – OBA

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Deixe um comentário