Vítor Pereira exalta goleada do Corinthians: “Foi um jogo de qualidade”

Antes de mais nada, o Corinthians venceu o Santos, por 4 x 0, em jogo válida das oitavas de final da Copa do Brasil 2022. A saber, nesta última quarta-feira (22), na Neo Química Arena. Dessa maneira, o técnico Vítor Pereira exaltou o duelo do Timão contra o Peixe na competição.

“Foi um jogo de qualidade, atuação consistente, combinações bonitas, dinâmicas, um jogo bem conseguido, contra um adversário difícil, bem trabalhado pelo Bustos, mas fomos mais fortes, fomos a melhor equipe e pronto. Ganhar de 4 a 0 é um resultado importante. Coroou o bom jogo que fizemos”, disse Vítor Pereira.

Por outro lado, o Coringão enfrenta novamente o Peixe, mas pela 14ª rodada do Brasileirão e no jogo de volta de volta na Vila Belmiro, apenas no dia 13 julho. Com isso, o treinador pediu concentração da equipe durante os duelos.

“O jogo vai ser diferente, com certeza. Temos que manter os níveis de concentração e confiança. Quando essas duas coisas se alinham, a probabilidade de um bom jogo é maior. Normalmente, a crítica diz que só conseguimos jogar 45 minutos. O desafio vai ser manter o ritmo, a qualidade, a concentração, não permitir gols e procurar mais. Acho que fizemos um jogo de confiança e concentração. Um jogo em que, emocionalmente, mantemos o equilíbrio emocional e tático. Se tivermos isso, a qualidade deles aparece”, relatou.

Vítor Pereira quebra jejum de clássicos

Por fim, a equipe paulista, após o apito final contra o Santos, encerrou um jejum de cinco partidas sem vencer seus principais rivais em 2022. Consequentemente, o técnico português disse a importância da vitória para a sequência da temporada.

“Aqui pontuam muito essa questão do tabu, são tabus, eu sinceramente, não me importava perder todos os clássicos e ser campeão, trocava por um titulo no final da temporada. Mas os clássicos são importantes para os torcedores, para os jogadores também. Para mim, preparar um clássico é preciso tempo de trabalho. Chegamos a esse jogo em outro patamar em cultura tática dos mais novos e dos mais velhos na ligação entre eles. Vamos ver o que o futuro. Teremos outro clássico complicado, os jogos não são iguais, temos de ser humildades, ver o que corrigir, procurar ganhar o jogo”, completou.

Foto destaque: Reprodução/Henrique Toth

Juan Camilo
Meu nome é Juan Pablo, estudo Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi (UAM). O jornalismo é um privilégio de estar nessa área incrível. Amo futebol, basquete, jogos antigos. Meu objetivo é conseguir ser um dos melhores jornalistas e ser correspondente esportivo.
https://linktr.ee/juanpablocamilo

Deixe um comentário