Após dois meses de espera, o Santos volta a campo pelo Campeonato Brasileiro Feminino A1. Aliás, a partida contra a Ferroviária está marcada para este domingo (15), às 16h (horário de Brasília). Sendo assim, a técnica das Sereias, Tatiele Silveira, disse que a equipe está focada e com o objetivo traçado.

Tatiele Silveira: treinadora campeã

Antes disso, Tati conquistou o Campeonato Brasileiro de 2019 com as adversárias deste domingo (15) do Peixe, a Ferroviária. Com isso, a técnica se tornou a primeira e única mulher de sua função a vencer o torneio nacional.

Início de trabalho

Nesse ínterim, o Santos goleou a Portuguesa por 4 x 1 na estreia do Paulistão. Portanto, este será o segundo jogo de Tati no comando alvinegro e, dessa forma, a treinadora aposta no seu novo trabalho para conquistar o resultado positivo.

“Nós estamos muito focadas, com nosso objetivo muito bem traçado. Foi legal essa estreia com vitória, foi legal para o grupo, também, voltar a jogar junto. Realmente conseguimos enxergar algumas coisas do nosso treino, da nossa visão, do modelo que a gente quer atingir dentro do jogo. Portanto, agora vamos corrigir alguns detalhes que vimos na estreia do Paulista, mas que sirva de aprendizado para o Brasileiro e que, assim, a gente possa ir realmente muito forte, muito forte para o jogo de Araraquara”, disse Tatiele.

Por fim, a técnica comentou sobre como trabalhou a ansiedade das Sereias para a partida decisiva:

“Com certeza a ansiedade faz parte da preparação. Eu falo pras meninas, o ‘friozinho na barriga’ tem que acontecer, é um sentimento bom. É um jogo importante, uma fase importante da competição, mas é uma nova história. Nós temos um novo elenco, um novo grupo, uma nova treinadora, novos comportamentos e é isso que estamos levando para as meninas”, completou.

Foto Destaque: Divulgação/Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Thaynara Bernardo
Apaixonada por futebol desde os 10 anos, encontrei no jornalismo uma forma de me conectar com essa grande paixão. Na faculdade, desenvolvi trabalhos que me tornaram uma profissional versátil, com fácil adaptação e que adora novos desafios. Espero que um dia eu consiga o meu lugar no jornalismo esportivo!