Sylvinho fala sobre Corinthians na fase de grupos da Libertadores: "Estamos felizes"

Antes de mais nada, o Corinthians empatou contra o Grêmio, por 1 x 1, neste último domingo (5), em partida do Brasileirão 2021. A saber, na Neo Química Arena. Sendo assim, o técnico Sylvinho mesmo com a classificação direta na fase de grupos da Libertadores, quer terminar entres o quatro melhores.

 “Foram mais acertos do que erros, evidentemente. Se não, não estaríamos na posição em que estamos. O campeonato não acabou, e falta um jogo importante. Avisei meu grupo que vai acabar dia 9 de dezembro. Nem entro na questão de férias. Eu entro na questão de que amanhã tem treino. Avaliação, não tenho condições de fazer. Os números são muito positivos. Ninguém, há cinco meses, escreveu que esse time entraria na fase de grupos da Libertadores. Absolutamente ninguém. Mas nós confiamos no trabalho e acreditamos nisso. Estamos felizes, mas não acabou ainda”, disse Sylvinho.

SYLVINHO AVALIA O CONFRONTO

Logo depois, mesmo com o Grêmio na zona de rebaixamento e com risco de cair, o treinador avaliou a partida como difícil.

“Sabíamos da dificuldade do jogo. Discordo desse Grêmio entregue. O Grêmio fez um grande jogo recentemente, ganhou de 3 x 0 (do São Paulo), e veio aqui jogar suas possibilidades. Respeitamos as camisas e os atletas. É bonito ver o entretenimento fora, a alegria do torcedor, mas nós entendíamos a dificuldade do jogo. Tivemos um primeiro tempo difícil, uma marcação individual. No segundo tempo, melhor, conseguimos criar mais, buscar o empate e quase a virada. Foi um jogo muito complicado. Nós jogávamos a passagem direta para a Libertadores, e o Grêmio, com toda sua grandeza, na situação difícil embaixo. Esperávamos um jogo difícil”, ressaltou.

Além disso, o comandante evitou a permanência na próxima temporada.

“Como eu disse, não é momento de fazer projeção, avaliação de elenco, já que não terminamos o campeonato. Há possibilidades de buscar o G-4 e queremos. Nem no elenco, nem como nós da comissão, não é momento de fazer reflexões ou análises em relação a isso. Temos cinco dias importantes para terminar bem o campeonato. Os números são muito favoráveis, mas chegará o tempo de colocar tudo em uma entrevista, espero que com réplicas e tréplicas, aí sim fica mais fácil”, finalizou.

Foto destaque: Reprodução / Marcos Ribolli

Juan Camilo
Meu nome é Juan Pablo, tenho 19 anos e estudo Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi (UAM). O jornalismo é um privilégio de estar nessa área incrível. Amo futebol, basquete, jogos antigos. Meu objetivo é conseguir ser um dos melhores jornalistas e ser correspondente esportivo.
https://linktr.ee/juanpablocamilo