Crespo (Foto: Erico Leonan/São Paulo)

Nesta terça-feira (20), o São Paulo vai enfrentar o Racing, pelas oitavas de final da Libertadores. Em casa, o Tricolor ficou no empate com a equipe argentina. Dessa forma, Hernán Crespo pode fazer mudanças na escalação. Além disso, os desfalques também colaboram para a necessidade de variar os titulares. Portanto, o treinador são paulino deve dar oportunidade para Marquinhos, recém-promovido das categorias de base.

O sistema ofensivo do São Paulo está passando por um momento muito complicado, já que os principais jogadores da posição desfalcaram a equipe nos últimos jogos, sendo eles: Luciano, Rigoni e Eder. Assim, uma das mudanças de Crespo deve ser a entrada do atacante Marquinhos. O jogador tem apenas 18 anos de idade e não fez nenhuma partida como titular.

Porém, o São Paulo precisa surpreender o Racing. Então, o time de Hernán Crespo pode apostar suas fichas em mais um made in Cotia. Claro, será possível ter certeza apenas minutos antes da partida, quando a escalação for confirmada. Mas a informação deixou alguns torcedores apreensivos e outros empolgados.

Além disso, outros jogadores que vieram da base deram certo ao entrar em momentos decisivos. Inclusive, a torcida pode lembrar de nomes um pouco mais antigos, como Kaká e Lucas Moura. Por outro lado, em exemplos recentes, Militão e Antony também deram conta do recado.

Dessa forma, Hernán Crespo deve escalar o time da seguinte maneira: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Liziero, Benítez e Reinaldo; Marquinhos (Rigoni) e Vitor Bueno.

Assim, a partida ocorrerá nesta terça-feira (20), na Argentina, às 21h30 (horário de Brasília), pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.

Deixe uma resposta