Sport

Após conquistar o acesso à Série A, na última quarta-feira (20), as atenções no Sport se voltam para o planejamento da próxima temporada. Dessa forma, grande sonho dos torcedores, Diego Souza interessa sim ao clube pernambucano, que sonha com sua volta desde a saída no começo de 2018. Esperança que foi alimentada pela presença do pai do jogador na Ilha do Retiro, que falou da vontade de ver o filho vestindo a camisa rubro-negra. No entanto, o presidente do clube, Milton Bivar, tratou de diminuir os ânimos da torcida.

Assim, o homem forte do Leão deixou claro que almeja contar com o futebol do jogador, mas condiciona sua ida à Pernambuco a adequação financeira:

Diego Souza é um grande jogador e não vou rechaçar. Interessa, mas a verdade é que eu não sei se ele vai se enquadrar na nossa realidade financeira. Vamos ter um ano de pé no chão. Acho importante que a gente saiba contratar” afirmou o presidente.

Com a proximidade do fim do contrato com o Botafogo, onde está emprestado até dezembro, Diego Souza tem futuro incerto no São Paulo, com quem ainda possui vínculo. No entanto, o Tricolor Paulista não deve renovar com o meia-atacante. Sendo assim, ele deverá ficar livre para assinar com qualquer clube, entre eles, o Sport, a partir de janeiro.

DIEGO SOUZA E SPORT

Após passagem pelo Palmeiras, Diego Souza chegou ao Sport em meados de 2014 para jogar o Brasileiro Série A e vestir a emblemática camisa 87. Rapidamente, conquistou a torcida com gols, assistências e demonstrações de carinho com o clube. Em uma delas, em partida contra o Flamengo, em pleno Maracanã. Assim, após fazer gol apontou para o número 87 em alusão ao título nacional do clube pernambucano. Em duas passagens, marcou 57 gols em 173 jogos e foi campeão Pernambucano em 2017. Além disso, foi craque do time de 2015 que fez a melhor campanha rubro-negra na era dos pontos corridos com o 6º lugar.

Pelo Sport, ainda foi artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2016 e convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Tite. Sendo assim, algo que fez declarar ter sido o grande momento de sua carreira desde as atuações pelo Palmeiras entre 2008 e 2010. Mesmo após sua saída, mantém contato com pessoas ligadas ao Leão e já demonstrou grande interesse em voltar ao clube.

Foto Destaque: Reprodução / Vitor Silva – SSPress / Lance 

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados