Série D: Aparecidense goleia Águia Negra

A quinta rodada do grupo 5 do Brasileirão Série D 2020 foi bastante movimentada. Ao todo foram onze gols nos quatro jogos disputados neste final de semana. Dessa forma, os únicos clubes que não mudaram de posição na tabela foram o líder Goianésia, o vice Real Noroeste e o lanterna Vitória-ES. No entanto, o principal jogo da rodada ficou por conta do clássico capixaba, disputado no José Olímpio da Rocha, em Águia Branca. Em jogo de cinco gols e duas viradas, o Real Noroeste bateu o Vitória-ES pelo placar de 3 x 2, com direito a gol nos instantes finais.

Por outro lado, a Aparecidense não tomou conhecimento do Águia Negra e goleou os sul-mato-grossenses por 4 x 0 no estádio Aníbal de Toledo. Como resultado, os goianos subiram três posições e agora ocupam a 3ª posição no grupo. Por fim, no clássico goiano entre Goiânia e Goianésia, os visitantes venceram por 1 x 0 e mantiveram a liderança do grupo. Da mesma forma, o União Rondonópolis bateu o Operário VG também por 1 x 0 no clássico mato-grossense.

BRASILEIRÃO SÉRIE D – 5ª RODADA – GRUPO 5

REAL NOROESTE 3 x 2 VITÓRIA-ES

Na partida que abriu a rodada do grupo 5 da série D, o clássico capixaba entre Real Noroeste e Vitória-ES teve de tudo e não faltou emoção. Vivendo um ótimo momento na competição, o Real queria manter os 100% de aproveitamento jogando nos seus domínios e, por isso, começou pressionando o Vitória. Mas o placar foi aberto após erro do zagueiro Ferrugem, que Ailton aproveitou, com direito a drible no goleiro inaugurou o placar, 1 x 0 Real. No entanto, o Vitória não sentiu o gol, passou a impor seu jogo e foi premiado com a virada ainda no primeiro tempo. Primeiramente com Grafite cruzando na cabeça de Anderson Magrão para empatar a partida. Na sequência, o próprio Magrão iniciou a jogada com um belo passe para Baiano que cruzou rasteiro para Toni Galego virar o jogo, 2 x 1.

Na etapa final, o time da casa retornou com a mesma intensidade do início da partida e, logo no início, empatou novamente. Igor Santos recebeu na ponta, carregou para o meio e deu belo passe para Matheus Firmino dentro da área igualar novamente o marcador. Dessa forma, o técnico do Vitória, que estreava na equipe após o clube demitir Rodrigo Fonseca semana passada, mexeu na equipe e o time conseguiu criar oportunidades. Entretanto, no final da partida, os Merengues capixabas chegaram bem pela esquerda e Patrick cruzou para Peixoto, de cabeça, dar números finais a partida, 3 x 2 Real Noroeste vice-líder do grupo.

GOIÂNIA 0 x 1 GOIANÉSIA

Pressionado pela vitória do Real Noroeste no clássico capixaba, o Goianésia entrou em campo precisando do resultado. Dessa forma, o líder do grupo buscou o gol desde o início da partida, mas as oportunidades paravam na boa atuação do goleiro Matheus. Ademais, o primeiro tempo terminou sem as redes balançarem e com pouca inspiração dos dois times.

Já na etapa final, os visitantes pressionaram mais em busca do gol que os manteria na liderança. Assim, aos oito minutos Franklin fez grande jogada pela esquerda, invadiu a área e ajeitou para Fábio Leite finalizar de primeira, contando com a falha do goleiro que vinha bem na partida para definir o jogo, 1 x 0 Goianésia.

APARECIDENSE 4 x 0 ÁGUIA NEGRA

No único confronto do grupo que teve rivais do mesmo estado se enfrentando, a Aparecidense não tomou conhecimento e goleou o Águia Negra. Desde o início da partida, os goianos mostraram que estavam ligados e não perdoariam as falhas dos visitantes. O resultado veio aos 13 minutos, após o goleiro afastar mal o cruzamento, Negueba tocou pra Alex Henrique na área finalizar no canto e abrir o placar. Na sequência foi a vez de Uederson receber pela direita e fazer o cruzamento para o centroavante Alex Henrique fazer o segundo dele no jogo, 2 x 0.

No último lance da primeira etapa, veio o terceiro gol, em lance parecido com o segundo gol, Uederson recebeu aberto pela direita, o goleiro saiu mal e o jogador teve tranquilidade de dribla e chutar quase sem ângulo, 3 x 0. No segundo tempo, o time de Aparecida diminuiu um pouco o ritmo como resultado do placar. Mas no fim ainda teve tempo de mais um gol, Robert recebeu nas costas da zaga e deu o passe para Cardoso fechar a conta.

 

UNIÃO RONDONÓPOLIS 1 x 0 OPERÁRIO VG

Fechando a rodada do grupo 5 da série D, no clássico mato-grossense entre União Rondonópolis e Operário VG, melhor para o Colorado. Em partida movimentada no estádio Luthero Lopes, as duas equipes se postaram muito bem defensivamente e a partida parecia ser decidida no detalhe. No entanto, a bela jogada coletiva do União conseguiu desmontar a barreira do Chicote da Fronteira.  Em boa triangulação na intermediária de ataque, João Manoel recebeu cara a cara com o goleiro Israel e não perdoou, 1 x 0 União, agora no G4 do grupo 5. Por outro lado, o Operário acabou caindo para a quinta posição, ultrapassado justamente pelo rival.

 

Foto destaque: Divulgação/Aparecidense

Vitor Eduardo Simões Lima
Jornalista e apaixonado por futebol. Quando criança tive o sonho de ser jogador de futebol. Com o passar dos anos, tendo a responsabilidade de dividir a vida de atleta com os estudos, optei por deixar meu sonho de infância de lado e seguir outro caminho, mas jamais quis me desapegar do futebol. Entrei na faculdade de jornalismo com esse objetivo que levo até hoje depois de formado, trabalhar com jornalismo esportivo.

Artigos Relacionados