Em ritmo de pré-temporada, o São Paulo segue de olho no mercado e quer um atleta do Fortaleza. A princípio, Rogério Ceni vem indicando alguns jogadores para diferentes posições. Assim, um desses pedidos foi o meio-campista Ronald, do Leão do Pici. Contudo, as conversas ainda estão no ínicio e podem (ou não) se intensificar nos próximos dias.

O Fortaleza não pretende facilitar a saída do atleta ao São Paulo. Afinal, a equipe cearense não quer cede-lo por empréstimo. Então, a única maneira possível seria realizando a compra, avaliada em R$9,5 milhões. Porém, a crise financeira no clube paulista é muito grave. Portanto, contratar Ronald por esse valor é inviável para a diretoria são-paulina.

Conheça o atleta do Fortaleza que o São Paulo quer contratar

Primeiramente, o intuito do São Paulo era de adquirir o jogador por empréstimo de uma temporada. Embora o Fortaleza tenha sido claro, o Tricolor deve insistir nas próximas semanas e tentar achar soluções para concretizar o negócio. Contudo, para dificultar ainda mais, Ronald possui um contrato longo, até 2024. Dessa forma, o Leão deve ser criterioso e só irá liberá-lo se, de fato, valer a pena.

Agora, é necessário entender o motivo pelo qual o São Paulo quer insistir em um jogador que ainda não é unanimidade no mercado. A equipe de Rogério Ceni precisa de um reforço para o meio-campo. Afinal, Benítez não deve seguir no clube em 2022. Todavia, falta dinheiro para contratar grandes reforços e, entre a diretoria, há uma necessidade de seguir uma responsabilidade econômica paraa não prejudicar mais ainda a equipe.

Então, a solução é recorrer a promessas ou opções mais baratas. Claro, com o objetivo de montar uma equipe competitiva, que brigue por títulos durante a temporada. Ao contrário do que foi o ano de 2021, já que, mesmo tendo conquistado o Paulistão, o São Paulo brigou até a penúltima rodada para não ser rebaixado.

Foto Destaque: Divulgação/Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.