São Paulo

No último domingo (12), o São Paulo perdeu para o Fluminense e se complicou no Brasileirão. Assim, o Tricolor Paulista está na primeira posição fora do rebaixamento. Claro, o time ainda tem um jogo atrasado. Todavia, a torcida está apreensiva. Afinal, o 2° turno se iniciou e a equipe corre riscos de ficar fora da Libertadores no ano que vem.

A princípio, o São Paulo sofreu com a falta de criação no 1° tempo. Inclusive, a equipe de Hernán Crespo não conseguiu balançar as redes. O treinador recebeu críticas da torcida, pois deixou Benítez e Rigoni no banco de reservas. Portanto, o jogo melhorou após a entrada da dupla argentina. Contudo, o único gol do Tricolor Paulista foi marcado por Reinaldo, de pênalti.

Por outro lado, Crespo precisou improvisar na lateral-direito. Afinal, Dani Alves deixou o São Paulo e os reservas imediatos não puderam jogar. Assim, o escolhido para jogar nessa posição foi o jovem Galeano. Entretanto, o paraguaio não conseguiu fazer uma grande partida.

Sabe-se que o grande objetivo do time é a classificação à Libertadores. Porém, devido a situação ruim do São Paulo no Brasileirão, a equipe buscará o título da Copa do Brasil. Para isso, será necessário ganhar do Fortaleza nesta quarta-feira (15). Já que no Campeonato Brasileiro as chances estão cada vez mais distantes.

Após o resultado ruim, Crespo tratou de falar sobre os resultados ruins do São Paulo na competição. Além disso, afirmou que o time sairá dessa situação ruim.

“Tivemos o problema do Daniel Alves, que o substituto Igor Vinicius não pôde jogar, Orejuela não pôde jogar por um problema na coxa. Foram 19 rodadas. São situações incríveis que vamos tentar atravessar. Acredito neste elenco cheio de homens. Vamos sair dessa”, disse o treinador.

Foto Destaque: Divulgação/Erico Leonan/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.