São Paulo e Flamengo são times gigantes dentro e fora do Brasil. Ambos os clubes tiveram ao longo da sua história esquadrões que marcaram época, seja por seu futebol bem jogado, ou pela grande quantidade de títulos que conquistaram. No entanto, hoje desenrolaremos uma discussão interessante. No país, quem foi melhor: São Paulo de 2005 com Rogério Ceni e companhia, ou o Flamengo de Jorge Jesus?

OS ELENCOS

O São Paulo de Autuori tinha a sua disposição o ídolo Rogério Ceni no gol, tendo a frente uma defesa composta por Lugano, Fabão e Alex. As duas alas ocupadas por Junior e Cicinho, e o meio-campo do time dominado por Mineiro, Josué e Danilo. Já o ataque, ficava por conta de Aloísio Chulapa (ou Luizão) e Amoroso. Esse elenco ainda teve nomes conhecidos como: Grafite, Hernanes, Diego Tardelli, Richarlyson e Fábio Santos.

Já o Flamengo de Jorge Jesus tinha a sua disposição a  defesa consolidada pela junção de Diego Alves, no gol, Pablo Marín e Rodrigo Caio no miolo de zaga. Nas laterais  Filipe Luís pela esquerda e Rafinha pela direita. Como volantes do time, William Arão e Gerson protegiam o meio campo tendo a sua frente Arrascaeta pelo meio, Bruno Henrique mais a direita e Everton Ribeiro pela esquerda. Mais perto da área, Gabriel Barbosa (Gabigol) como um verdadeiro camisa 9. Esse elenco ainda contou o veterano Diego, ex Santos.

https://twitter.com/LibertadoresBR/status/1252311071810977792?s=19

COMO JOGAVAM?

O esquadrão imortal, como era chamado o São Paulo nessa época, vinha com um esquema tático construído por um 3-5-2. O trio de zaga dava segurança para o time atacar sem medo de ser surpreendido em um eventual contra-ataque. No mais, o clube era um exemplo de um coletivo forte. Sem muitos craques de habilidade individual, no elenco, o técnico Paulo Autuori prezava o jogo construído em grupo. O Tricolor se defendia muito bem e armava ataques rápidos que eventualmente chegavam nos pés de Aloiso Chulapa, ou anteriormente com Luizão, que fazia o chamado “pivô” para quem chegasse de frente. Afinal, qual torcedor não lembra como foi o gol do Mineiro na final do Mundial de Clubes?

https://www.instagram.com/p/B-bB2JPpmNu/?utm_source=ig_web_copy_link

Já o Flamengo jogou em um 4-2-3-1 de muita movimentação. O time de Jorge Jesus é lembrado, constantemente, por seus ataques rápidos, toques envolventes e objetividade trazidas da Europa. Com um grande  poderio ofensivo, os jogadores da linha de frente, pressionavam no campo de ataque forçando o erro do adversário. Em resumo, o Rubro-negro carioca,  tinha uma intensidade dentro de campo que não se via há tempos no futebol brasileiro, dada a junção de tantos craques no elenco.

ESTATÍSTICAS GERAIS

Para qualquer efeito de comparação é importante compreendermos os números das estatísticas desses times. O São Paulo fez em 2005, cerca de 79 jogos oficiais, divididos em cinco competições. O Tricolor conquistou cerca de 41 vitórias, 18 empates e apenas 20 derrotas no ano. Além de fazer 166 gols na temporada, e sofrer 107. Nesse ano o esquadrão imortal teve como artilheiro o atacante Amoroso. No entanto, o que marca uma decrescente nesses números foi a atuação no Campeonato Brasileiro, onde o tricolor ficou apenas como 11° colocado, e sofreu 67 gols em 42 jogos.

Quando falamos de números, o Flamengo de 2019 consegue ficar à frente na disputa. O Rubro-negro fez 74 jogos na temporada, onde venceu 49, empatou 16 e perdeu apenas 9 partidas. Além disso o time de Gávea fez 150 gols e sofreu apenas 64 em todo o ano. Eventualmente, o time também contou com o artilheiro da temporada brasileira de futebol: Gabigol (o nome já não diz tudo). O jovem atacante foi, acima de tudo, um matador nato que conseguiu marcar 46 gols na temporada.

CONQUISTAS

Da mesma forma que falamos dos números de jogos, gols e artilharia é importante sintetizar o que esses números deram de títulos para ambos os clubes. O tricolor, no ano de 2005, venceu três competições, sendo elas o Campeonato Paulista, Libertadores da America e o Mundial de clubes. Essas três campanhas escreveram o nome desse São Paulo na história. Principalmente se lembrarmos da goleada na final da Libertadores, sobre o Athlético Paranaense.

No entanto, o Flamengo não fica para atrás nessa disputa. O time do Rio de Janeiro conseguiu conquistar o título do Campeonato Carioca, Campeonato Brasileiro e Libertadores da América. Tendo um jogo emocionante, decidido nos últimos minutos, contra o River Plate, na final da Libertadores. Somando, assim como o Tricolor paulista, três conquistas na temporada.

O que diferencia esses dois times, no quesito dos títulos, é o Campeonato Brasileiro e o Mundial de Clubes. O Rubro-negro, conseguiu uma performance que beirou a perfeição no Brasileirão de 2019, mas sucumbiu diante ao poderoso Liverpool, de Klopp, no Mundial de Clubes. Por outro lado, a equipe paulista fez uma campanha mediana no Brasileirão, entretanto, derrubou o gigante Liverpool, de Gerrard, na final do Mundial de clubes.

https://www.instagram.com/p/BxLgmm9nfpc/?utm_source=ig_web_copy_link

EIS A QUESTÃO: O PAULISTA OU O CARIOCA?

É uma comparação difícil, fato. Essas duas equipes serão sempre lembradas pelo seu futebol bem jogado, que rendeu títulos e marcou a história de seus clubes. No entanto, não ficaremos em cima do muro. Acredito que o Flamengo, de 2019, tenha conseguido ser melhor que o São Paulo, de 2005. O por quê? Está claro. O Rubro-negro conseguiu mostrar um futebol envolvente e intenso, em todas as competições que participou.

O Campeonato Brasileiro é o ponto de referência para observarmos a regularidade dos times. O Tricolor paulista oscilou e teve uma campanha ruim (dada a importância do clube), por outro lado, o time da Gávea mostrava evolução a cada jogo e foi premiado, naquele ano, com o título. O que se vê desse esquadrão rubro-negro é que, apesar dos títulos, o time não abdicava de jogar com seu estilo de jogo. Foi assim que enfrentou o Liverpool, de igual para igual, numa final decidida nas prorrogações.

O Flamengo ter vencido essa disputa se dá muito pela construção do elenco e de sua maneira de jogar. A junção de tantos craques, um técnico vencedor e uma torcida apaixonada rendeu ao clube um lugar entre os melhores times da história do futebol brasileiro. O São Paulo, de 2005, era um esquadrão que coletivamente foi o time a ser batido, mas não mostrava um futebol tão belo quanto o Flamengo comandado por Jorge Jesus.

Foto destaque: André Durão

Avatar
Luiz Felipe Santos
Olá, meu nome é Luiz Felipe, tenho 19 anos de idade, que foram de total amor a tudo que era relacionado a esportes, principalmente o futebol. Atualmente sou estudante de jornalismo pela UFAL. Como todo (ou quase todo) brasileiro, sonhava em ser jogador de futebol, ao ver que isso não seria mais possível, escolhi algo que me colocasse o mais perto possível desse esporte. Hoje meu dever é tratar com ética e responsabilidade as informações que permeiam o mundo dos esportes.

Artigos Relacionados