SANTOS X CHAPECOENSE COMO ACONTECEU – RESULTADO, DESTAQUES E REAÇÃO

Antes de mais nada, Santos x Chapecoense se enfrentaram nesta quarta (17), na Vila Belmiro. Dessa forma, a Chape, já rebaixada, buscava atrapalhar os planos do Peixe, que, por sua vez, conseguiu fazer o dever de casa, e venceu diante da sua torcida.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE SANTOS X CHAPECOENSE 

1º TEMPO: CHAPECOENSE ARRISCA, MAS SANTOS SAI NA FRENTE

A princípio, apesar de já estar rebaixada no Brasileirão, a Chapecoense atacou mais do que o Santos na etapa inicial. Por outro lado, apesar das tímidas descidas ao campo de ataque, aos 25 minutos da etapa inicial, Marinho sofreu uma falta dentro da grande área. Dessa forma, aos 27 minutos, o próprio Marinho abriu o placar, deslocando o goleiro na cobrança de pênalti.

Posteriormente, após uma dividida com um defensor da Chape, Marinho levou a pior e foi substituído dez minutos após ter feito o gol. Por fim, a Chapecoense foi mais contundente em todo o restante dos 45 minutos iniciais, mas, apesar das tentativas, saiu atrás no primeiro tempo.

2º TEMPO: CHAPE TENTA, MAS SANTOS AMPLIA

Em primeiro lugar, o Verdão do Oeste veio para o segundo tempo em busca do empate. Para isso, apostou na entrada dos jovens Geuvânio e Bruno Silva. Desse modo, o time visitante ainda levava perigo à meta santista, todavia, sem conseguir converter os ataques em gols.

Em conclusão, o Alvinegro Praiano fez valer o peso da sua camisa e o mando de campo. Assim, aos 39 minutos, Marcos Guilherme ampliou para o Santos, sacramentando a vitória do Peixe.

SANTOS X CHAPECOENSE – E AGORA?

Definitivamente, mais longe da zona da degola, a vitória dá um novo ar para o plantel do litoral paulista, que enfrenta o Corinthians pela próxima rodada do Campeonato. Em suma, já sem muitas pretensões no torneio, a Chapecoense recebe o Grêmio em casa, e dependendo do resultado pode complicar ainda mais a situação do time gaúcho.

Foto destaque: Divulgação/Ivan Storti/Santos FC

Filipe de Mello
Me chamo Filipe Augusto do Nascimento de Mello, tenho 21 anos de idade, trabalho a 3 anos e meio como corretor de seguros (primeira experiência profissional). Escolhi ser jornalista em meados de 2014 e ingressei na faculdade em 2016, atualmente busco experiência na área, principalmente nos setores de redação, foto e cobertura de notícias.

Deixe um comentário