Santos

Antes de mais nada, o Santos chegou ao Rio de Janeiro na tarde da última quarta-feira (27). Com isso, já está hospedado em um hotel na orla da praia da Barra da Tijuca. Por lá, estão dentro de uma “bolha” para se proteger da Covid-19. Portanto, após a chegada o Peixe fechou dois andares do hotel para jogadores e comissão técnica. 

QUEM VIAJOU COM O SANTOS? 

A delegação do Santos que chegou ao Rio de Janeiro está composta por mais de 100 pessoas. Um número muito maior de que o Peixe leva em seus jogos “normais”. Com isso, o Alvinegro trouxe membros da comissão técnica e do comitê de gestão. Além disso, alguns atletas que não estão aptos para jogar, como Jobson, Carlos Sanchez e Jonathan Copete

Em entrevista aos canais oficiais da Conmebol o El Pato relembrou a trajetória do elenco na Libertadores:

Desde o começo eu já via a equipe com muita ambição, na fase de grupos. Sempre buscou o objetivo, que era a classificação. Sempre se dedicou ao melhor e foi isso que fez a gente ser o primeiro do grupo. Muita gente pensava que nosso grupo era fácil, mas não, sempre tem complicações. E apesar de termos muitos problemas, a gente superou tudo isso, sempre pensando em deixar tudo dentro de campo. Por isso que hoje pode desfrutar uma final, porque nunca nos deram nada”, disse.

HOTEL

Primeiramente, além dos andares exclusivos, para os jogadores e para a comissão técnica, os demais membros da delegação estão hospedados em outro andar, mas aí já misturados com hóspedes do hotel. Além disso, alguns dos convidados do Peixe na distribuição dos ingressos cedidos pela Conmebol ao clube se hospedam no mesmo local. No entanto, sem nenhum tipo de contato com os jogadores ou membros da comissão.

O Santos conta com o apoio de pelo menos oito seguranças, para garantir que ninguém se aproxime dos atletas. De antemão, além dos andares exclusivos para jogadores e comissão técnica, o Santos tem um lugar especial para as refeições. Os demais hóspedes se alimentam no térreo, enquanto os atletas fazem duas refeições no primeiro andar. 

https://twitter.com/SantosFC/status/1354465454002221064?s=20

CONMEBOL

Antes de mais nada, o Santos está seguindo esses protocolos para se prevenir da Covid-19. Mas além disso, estão executando as exigências da Conmebol, o ‘protocolo de bolha'. Portanto, nenhum atleta é autorizado  a sair do hotel, a não ser para treinos e jogos, sempre em grupo. No entanto, a comissão e os funcionários do Peixe podem sair do local, porém não devem fazer isso após os pedidos da diretoria santista. 

TESTES DO SANTOS

O último jogador do Santos infectado pela covid-19, foi o volante Alison, que ficou 10 dias afastado. Com isso, retornou ao dia a dia do Peixe na última segunda-feira (25). Recuperado da covid-19, o volante passou por exames cardiológicos e foi liberado para os treinamentos.

Na última terça-feira (26), o  Santos realizou uma bateria de testes e não registrou casos de Covid-19. Sendo assim, os atletas estão liberados para a decisão deste sábado, contra o Palmeiras, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã.

TREINAMENTO 

Primeiramente, na tarde da última quarta-feira (27), o Peixe treinou no CT do Fluminense, e assim fará novamente nesta quinta-feira (28). Na sexta, o time faz o reconhecimento de gramado no Maracanã, palco da finalíssima contra o Palmeiras.

https://twitter.com/SantosFC/status/1354538653402472450?s=20

Foto destaque: Divulgação/Santos

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.

Artigos Relacionados