Salum reafirma confiança no elenco do América-MG

Nesta quinta-feira (28), o dirigente do América-MGMarcus Salum, responsável por organizar o futebol do clube, deu entrevista no CT. Assim, em dado momento, o experiente executivo tratou de reafirmar a confiança dele no elenco do Coelho. Além disso, ao receber perguntas sobre erros de contratação, explicou que a situação financeira do Deca não é tão boa. Mas, classificou o percentual de acerto na montagem de elenco como “bastante alto”.

Salum fala da dificuldade financeira do América-MG

Ao ser questionado pelo repórter Caian Oliveira, do Futebol na Veia, se o América-MG não havia errado em trazer alguns jogadores. Bem como, que com os recursos utilizados poderia ter chegado atletas de mais qualidade, Salum foi objetivo. Assim, o dirigente explicou que o Coelho não teria tanto dinheiro como as pessoas de fora do clube pensariam.

“Existe uma ilusão por parte da mídia, e em parte da torcida, que o América está nadando em dinheiro e pode sair contratando quem ele quiser no nível que ele quiser. O América aumentou muito o patamar de contratações dele, e o custo dele no futebol”, explicou Salum.

Além disso, Marcus Salum relembrou que é difícil um clube acertar todas as suas contratações no Brasil. Mas, considerou o nível de acertos do América-MG como “bastante alto”.

“Não existe um clube no Brasil que vai acertar em todas as contratações. Eu considero que nosso percentual de acerto é bastante alto. E vão ter erros, como tem em todos os clubes do Brasil”, continuou.

Dirigente está satisfeito com elenco do América-MG

Por fim, Salum completou dizendo que está satisfeito com o elenco, que passou de fase nos dois desafios da Pré-Libertadores e chegou à fase de grupos. No entanto, demonstrou incomodação por não ter tido recursos suficientes para qualificar ainda mais o time.

Eu estou muito satisfeito com o elenco que a gente tem. E estou muito insatisfeito de não ter qualificado mais por falta de recursos, que nós não tivemos. Foi até uma briga interna, nós tínhamos que arriscar, e arriscamos bastante. Mas, não o suficiente, porque era muito risco em cima de um trabalho que a gente faz com muita sobriedade ao longo dos últimos anos”, finalizou Salum.

Foto destaque: Divulgação / América FC

Caian Oliveira
Minha paixão sempre foi o futebol. Mas, nunca sonhei em ser jogador. Não, meu sonho de moleque era levar o futebol às pessoas através da Comunicação. E aqui estou, realizando meu sonho.