Salgueiro e Globo-RN empatam, mas lideram Grupo 3 da Série D

- Nos outros jogos, América-RN e Atlético-PB vencem em casa, e Campinense e Floresta terminam empatados
Salgueiro e Globo-RN empatam e seguem líderes da Série D (Foto: Reprodução / NE10)

No último sábado (3) e domingo (4), quatro jogos movimentaram a 4ª rodada do Grupo 3 do Campeonato Brasileiro da Série D com destaque para o empate entre os líderes Salgueiro e Globo. Assim, na Arena das Dunas, o América-RN conheceu a primeira vitória na competição ao superar o Afogados por 3 x 1. Em seguida, o Carcará do Sertão e a Águia de Ceará-Mirim ficaram em 0 x 0. Na sequência, o Floresta dominou a partida, mas empatou com o Campinense em 1 x 1, fora de casa. Por fim, o Atlético-PB somou os primeiros pontos ao vencer o Guarany-CE por 1 x 0.

Dessa forma, com os resultados, apesar do empate, Globo-RN e Salgueiro dividem a liderança do Grupo 3 com sete pontos. Assim, Afogados e América-RN completam o G4 de classificação. Agora, na próxima rodada, destaque para os dois jogos que prometem mexer nos classificados. Pois, a Coruja recebe o Carcará, no clássico do sertão pernambucano, no domingo (11), às 16h (horário de Brasília). Enquanto que o Mecão visita a Águia de Ceará-Mirim, no sábado (10), às 15h (horário de Brasília), de olho na liderança da chave.

BRASILEIRÃO SÉRIE D – PRIMEIRA FASE – GRUPO 3 – 4ª RODADA

AMÉRICA-RN 3 x 1 AFOGADOS

Com a mesma formação da partida contra o Salgueiro, o América-RN enfrentou outro pernambucano e teve melhor sorte. Assim, a primeira metade foi de equilíbrio com as equipes se revezando no campo de ataque. Logo, o Afogados quase aproveitou erro do goleiro Ewerthon que se recuperou a tempo de evitar o gol. Apesar os visitantes investiam fortemente na marcação e deram dificuldades ao Mecão que se resumiu a chutes de fora da área de Rondinelly e Wallace Pernambucano. No fim, a Coruja também experimentou de longe.

Já no segundo tempo, o América-RN conseguiu furar a retranca dos visitantes e os gols saíram. Assim, Wallace Pernambucano fez de cabeça para abrir o placar. Em seguida, o atacante deu passe para Rondinelly marcar o segundo, ele que após acertaria as duas traves e quase faria o terceiro. Mas que não tardaria a sair com André Krobel, depois da expulsão de Candinho, pelo Afogados. No fim, Diego Teles, de cabeça, diminuiu para a Coruja e definiu o placar em 3 x 1.

SALGUEIRO 1 x 0 GLOBO-RN

As equipes chegaram para a partida em busca da liderança do Grupo 3 do Brasileirão Série D. Assim, com um tempo melhor para cada clube, o confronto foi bastante disputado. Logo, na primeira etapa, o Globo-RN dominou as ações. Com maior volume de jogo, a Águia de Ceará-Mirim deu trabalho para o goleiro do Salgueiro, Tanaka. Enquanto que o Carcará encontrava dificuldades para chegar ao ataque.

No entanto, na segunda parte do duelo, foi o Salgueiro que passou a criar as melhores chances de gol. Assim, impondo seu ritmo, o Carcará teve uma grande chance de abrir o placar em um pênalti cobrado por Ciel, mas Pedro defendeu. Já na reta final, a equipe pernambucana seguiu em cima, buscando o gol, mas a partida terminou com o placar zerado.

CAMPINENSE 1 x 1 FLORESTA

Mesmo atuando longe de casa, o Floresta se impôs em boa parte do confronto e criou chances para deixar o Amigão com os três pontos. Assim, na primeira etapa, a equipe já esboçou um controle de jogo com organização tática. Logo, teve a grande chance em um pênalti cobrado pelo atacante Flávio Torres. No entanto, o goleiro Waldson defendeu, salvando o Campinense.

Logo, no segundo tempo, as ações continuavam sendo dominadas pelo Floresta que chegava com mais perigo ao campo de ataque, mas não era efetivo. Enquanto isso, em uma das raras descidas do Campinense, a Raposa foi cirúrgica. Assim, Jobson recebeu de Alex Murici e bateu na saída do goleiro para abrir o placar. No entanto, os cearenses seguiram em cima e Deysinho empatou. No fim, os donos da casa buscaram a virada, mas não aproveitaram as chances criadas.

ATLÉTICO-PB  1 x 0 GUARANY-CE

Na partida entre dois dos piores clubes no início do Brasileiro Série D, o Atlético-PB fez valer o mando de campo e saiu com os três pontos. Assim, na primeira etapa, os paraibanos foram superiores, criaram as melhores chances e chegaram ao gol. Logo, em um grande chute de fora da área, o atacante Pachu marcou um golaço para abrir o placar para o Trovão Azul.

No entanto, na segunda etapa, o Guarany-CE voltou melhor e equilibrou as ações na partida. Apesar disso, pecavam no último terço do campo e nas finalização que não tinham efetividade. Enquanto que o Atlético-PB controlava o confronto e administrava o resultado. No fim, os paraibanos conheceram a primeira vitória no Brasileirão Série D.

Foto Destaque: Reprodução / NE10

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 718 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo