Rodrigo Santana Coritiba

O Coritiba demitiu o técnico Rodrigo Santana. A gota d’água foi a derrota para o Sport por 1 x 0 neste domingo (13), na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro. Assim, o clube paranaense anunciou a decisão logo após a partida. O auxiliar permanente Pachequinho assume interinamente.

Rodrigo Santana foi o terceiro treinador do Verde e Branco em 2020 e desligado após 46 dias no cargo. Portanto, ele deixa o clube na 18ª colocação com 21 pontos, ou seja, dentro da zona de rebaixamento.

O aproveitamento de Rodrigo Santana à frente do Coxa foi de apenas 11%. Dessa maneira, acumulou quatro derrotas e dois empates em seis jogos. Em uma das partidas, contra o Bahia, o agora ex-comandante esteve fora em virtude do diagnóstico positivo para Covid-19.

Portanto, a diretoria do Coritiba procura o quarto técnico diferente nesta temporada. Além de Rodrigo Santana, o time teve a batuta de Eduardo Barroca e Jorginho. Porém, Mozart (hoje no CSA) e Pachequinho estiveram à frente do elenco em uma partida cada.

No entanto, vale lembrar que antes do ex-técnico do Atlético-MG, o Coxa Branca procurou nomes como Vanderlei Luxemburgo, Tiago Nunes, Roger Machado, Ney Franco, Lisca e Mozart. Isso quando a equipe ocupava a 19ª colocação.

Com Pachequinho no comando, o Coritiba se prepara para enfrentar o Botafogo neste sábado (19), às 21h (horário de Brasília), no Estádio Couto Pereira. Ao passo que o duelo envolve dois times que estão no Z4.

Foto destaque: Divulgação/Coritiba

Maycon Santos
Sou jornalista formado pela UERJ desde 2015, com passagem pelos sites FutNet e Fanáticos por Futebol e pelas rádios UERJ, Band News FM, Grande Rio, Botafogo Oficial, Fluminense AM e Antena Esportiva. Sempre quis acompanhar eventos esportivos de perto, principalmente futebol. O jornalismo me proporcionou esta oportunidade.

Artigos Relacionados