River Plate x Defensa y Justicia como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Pela 24ª rodada do Campeonato Argentino, o Defensa y Justicia venceu o River Plate por 3 x 2, no Monumental de Núñez. Com a bola rolando, emoção não faltou com jogo lá e cá. Desta forma, o El Halcón conseguiu a virada aos 41′, do 2º tempo, com Franco Paredes. Ainda assim, o Defe segue na 3ª posição, com 44 pontos.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE RIVER PLATE X DEFENSA Y JUSTICIA

1º TEMPO: RIVER SAI NA FRENTE

Jogando em casa, o River Plate iniciou pressionando e logo nos minutos iniciais conseguiu ter boa chegada com Julián Álvarez, mas não obteve êxito na finalização. Após isso, o gol do Millonario estava amadurecendo através de cruzamento. Desta forma, aos 10′, Enzo Fernández cabeceou no canto direito de Unsain para abrir o marcador. Em contrapartida, a resposta do Defensa y Justicia veio seis minutos depois, Miguel Merentiel recebeu na entrada da área e conduziu, mas bateu em cima de Armani.

Todavia, o jogo seguiu lá e cá, com o River Plate obtendo mais posse de bola. Enquanto isso, o Defensa y Justicia se defendia e apostava em contra-ataques rápidos. Com isso, os clubes encontraram dificuldades em romper o setor defensivo imposto. Assim, o 1º tempo no Monumental de Núñez, encerrou com a vitória parcial do Millonario por 1 x 0.

2º TEMPO: DEFENSA Y JUSTICIA CONSEGUE A VIRADA

Não muito diferente do 1º tempo, o River Plate tentou se impor. Assim sendo, após lançamento de Milton Casco, Braian Romero recebeu e finalizou com a canhota, mas a bola passou rente à baliza e foi para fora. Por outro lado, Beccacece mexeu na equipe e deu um novo ar ao plantel. Com isso, aos 18′, Carlos Rotondi recebeu, conduziu pelo lado esquerdo e cruzou na área para Walter Bou apenas empurrar para a rede.

Após isso, o River Plate tentou responder com chute de Braian Romero aos 26′, mas parou em Unsain. No lance seguinte, em contra-ataque rápido, Francisco Pizzini deixou Miguel Merentiel cara a cara com Armani e bateu na saída do goleiro para virar a partida. Contudo, os donos da casa empataram dois minutos depois, com Agustín Palavecino, após passe de Santiago Simón, o camisa oito dominou e finalizou no cantinho.

Sobretudo, o jogo novamente ficou lá e cá, com o River Plate levando mais perigo. Contudo, o Defensa y Justicia conseguiu segurar a pressão e a virada com Franco Paredes aos 41′, após receber pela direita, o camisa quatro conduziu e chutou, Armani chegou a tocar nela, mas a bola morreu no fundo do barbante. Com isso, a partida encerrou com a vitória do Defe por 3 x 2.

RIVER PLATE X DEFENSA Y JUSTICIA – E AGORA?

Sobretudo, o River Plate já garantiu o título do Campeonato Argentino. Com isso, o Millonario volta aos gramados na última rodada da competição contra o Tucuman, no domingo (12). Em contrapartida, o Defensa y Justicia briga pela vice-liderança com o Talleres. Do mesmo modo, o Defe entra em campo no domingo (12), diante do Lanús.

Foto destaque: Divulgação/Defensa y Justicia

Francisco Diogo
Sou de Maria da Fé-MG, tenho 21 anos, estudo jornalismo pela Uninter. Sempre fui apaixonado por Jornalismo e Futebol. Assim, tenho como objetivo de crescer na área e se tornar repórter. Tenho como inspirações no jornalismo o Paulo Vinícius Coelho (PVC), Mauro Beting, Bruno Formiga e Luiz Megale. Atualmente trabalho na Rádio Morada do Sol FM.