curiosidades sobre o classico brasil e argentina

Após 12 anos sem disputar uma semifinal da Copa América, o Brasil enfrenta a Argentina nesta terça-feira (2). O jogo acontece às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão. Enquanto a Canarinho busca seu primeiro título sob o comando de Tite, Messi também tenta a primeira conquista pela seleção principal da Albiceleste. Sendo assim, para se preparar para o espetáculo, confira algumas curiosidades de um dos maiores clássicos do mundo!

CURIOSIDADES HISTÓRICAS

• A rivalidade entre os países começa bem antes dos gramados. Quando chegaram por aqui, portugueses e espanhóis já brigavam por territórios. Assim, posteriormente, Brasil e Argentina entrariam em guerra pela província da Cisplatina – atual Uruguai – ocasião em que os Hermanos saíram vitoriosos. Mais tarde – no período da construção da usina de Itaipu – os argentinos só autorizaram a obra após a comprovação de que seria impossível inundar Buenos Aires – mesmo com todas as comportas abertas.

• Em 1920 – agora no futebol – a seleção Canarinho viajou a capital argentina para disputar um amistoso. Na ocasião, os brasileiros foram pegos de surpresa com uma charge de jornal que os retratava como macacos – devido à presença de quatro jogadores negros na equipe.

• A Albiceleste nunca teve um treinador brasileiro. Porém, o Brasil conta com um técnico argentino na história. Nelson Filpo Nuñez foi o único treinador estrangeiro a comandar – sozinho – a seleção brasileira.

ESTATÍSTICAS

De acordo com a FIFA, este é o 106º confronto entre as seleções. Dessa forma, a Canarinho tem vantagem no número de vitórias – 41 x 38. O primeiro Superclássico ocorreu em 20 de setembro de 1914. Nele, a Argentina saiu vitoriosa pelo placar de 3 x 0. Em Copas Américas, Brasil e Argentina é o jogo mais disputado na história do torneio. Ao todo, as seleções se enfrentaram 32 vezes. Nesse caso, a Albiceleste garantiu a vitória em mais ocasiões – 15 x 9.

Porém, a seleção brasileira nunca perdeu um jogo competitivo – em casa – contra a Argentina. Sendo assim, o Brasil está invicto desde 1998 em território nacional – ocasião em que foi derrotado por 1 x 0. Apesar do talento do craque Lionel Messi, o argentino marcou apenas quatro gols contra a Canarinho – todos em amistosos. Além disso, três dos jogadores que defendem a seleção brasileira – atualmente – já balançaram as redes contra a AlbicelesteCoutinho, Miranda e Daniel Alves.

https://twitter.com/CBF_Futebol/status/1145786226303258627

MINEIRÃO

O palco da partida desta terça traz más lembranças aos brasileiros. Cenário da semifinal da Copa de 2014, o Mineirão remete ao 7 x 1 sofrido contra a Alemanha. Porém, o único jogador restante daquela equipe é o volante Fernandinho – que está com presença incerta na partida devido a dores no joelho direito. A última vez que Brasil e Argentina se enfrentaram no estádio em questão foi em 2016, pelas eliminatórias do Mundial de 2018. Na ocasião, a Canarinho saiu vitoriosa pelo placar de 3 x 0.

COMPANHEIROS DE TIME

O jogo desta terça será marcado pelo encontro de atuais e ex-companheiros de clube. Sendo assim, Daniel Alves e Messi jogaram juntos no Barcelona durante oito anos – de 2008 a 2016. Os jogadores fizeram parte da equipe comandada por Pep Guardiola – que ganhou quase todos os troféus disputados na época. Ao todo, a dupla conquistou três títulos da Champions e do Mundial de Clubes. Além disso, das 33 conquistas de Messi, 23 foram ao lado do lateral-direito brasileiro.

https://www.instagram.com/p/BnZQ5BAn3dJ/

Os companheiros de Manchester City – Gabriel Jesus e Sergio Aguero – também se enfrentam nesta partida. Os jogadores brigam diretamente pela vaga no ataque do time inglês. Porém, nessa disputa o argentino leva vantagem. Ao todo, Aguero marcou 28 gols na última temporada e é o maior artilheiro da história dos Citizens – com 227 gols desde 2011. Enquanto isso, o brasileiro balançou as redes apenas 16 vezes nos últimos 40 jogos – saindo da reserva na maioria dos casos.

Maria Luisa Araki

Artigos Relacionados