Rafinha sobre saída inesperada do Coritiba: “Fui pego de surpresa” 

De antemão, o meia-atacante Rafinha ficou surpreso com a informação que não fazia mais parte dos planos do Coritiba para 2022. Assim, o atleta foi chamado ao CT da Graciosa nesta quinta-feira (6), e foi comunicado da decisão dos diretores e comissão técnica. 

Dessa forma, a direção pretende rescindir o contrato de Rafinha, que iria somente até o final de abril. Portanto, o jogador está livre no mercado e não treina mais no Coxa. Logo, o atleta se pronunciou dizendo estar triste e surpreso com a notícia. Por outro lado, os dirigentes do Verdão haviam cogitado nos últimos dias, renovar com o veterano. 

“Não sei nem o que dizer. Fui pego de surpresa. Eu tinha decidido cumprir meu contrato. Era o clube onde queria encerrar minha carreira, mas disseram que eu não faço mais parte dos planos. Não sei o que vou fazer, vou pensar, conversar com a minha família, se eu encerro minha carreira, se eu analiso propostas. Vamos ver o que vai acontecer. Sigo com muito carinho e amor por esse clube, que eu torço e minha família torce”, falou Rafinha, ao GE. 

A princípio, não está programado nenhuma festa de despedida do clube para Rafinha. Portanto, ele retorna ao Coritiba apenas para retirar seus materiais pessoais. Assim, o meia-atacante tinha se reapresentando junto do elenco nesta última segunda-feira (3) e treinou normalmente. 

Por fim, aos 38 anos, Rafinha tinha em pauta se aposentar após o acesso à Série A do Brasileiro na última temporada, mas logo em seguida optou por cumprir com o contrato no Alviverde. 

Veja abaixo, o comunicado oficial do Coritiba: 

O ídolo Rafinha se despediu hoje do Coritiba encerrando um ciclo vitorioso e de muita identificação. Foram mais de seis anos vestindo a camisa coxa-branca em suas duas passagens pelo clube. Ao todo foram 268 jogos honrando o manto alviverde e 48 gols marcados. 

Entre 2010 e 2013, o camisa 7 conquistou quatro títulos estaduais e um título da Série B. Em seu retorno ao clube, em 2019, Rafinha acumulou dois acessos para a Série A do Campeonato Brasileiro. 

No Coxa foi onde Rafael da Silva Francisco se identificou, virou torcedor e colocou para sempre seu nome na história do clube. O jogador deixa o Verdão como o 11º atleta que mais vezes vestiu a camisa do Coritiba. 

Muito obrigado por sempre honrar nossa camisa alviverde. Terá sempre nossa gratidão e estará para sempre em nossas lembranças e corações. 

Desse modo, cria da base do Verdão, Rafinha se destacou pelo Coritiba entre 2010 e 2013, virando ídolo da torcida. Assim, depois se transferiu para o Al-Shabab e Cruzeiro, retornando ao Couto Pereira em 2019. A princípio, somando as duas passagens, ele fez 268 jogos e marcou 48 gols. 

Foto destaque: Divulgação/Coritiba

Cristian Moraes
Estudante de jornalismo que sonha em trabalhar nos maiores eventos esportivos do mundo. E, assim, ser referência na área. Meu principal objetivo é ser correspondente internacional em Turim ou Londres. Sou fascinado por futebol, e como o esporte influencia às pessoas, e o mundo. Não me limito apenas a assistir, mas a consumir em sua totalidade, estudando e entendendo regras, conceitos, histórias e tudo que envolve o mundo das quatro linhas. No entanto, gosto de acompanhar outras modalidades, como: Basquete, Surf, Futebol Americano, Hóquei, Tênis, dentre tantas outras. Junto isso, tenho o amor pela leitura e a escrita como minhas aliadas na hora de passar para os meus textos, todas as sensações e emoções que estou sentindo, ao lado de informações relevantes com apuração precisa. Seja bem-vindo (a)!

Deixe um comentário