Rafinha fala sobre aposentadoria após acesso do Coritiba 

Em suma, o meia Rafinha, de 38 anos, do Coritiba, foi às lágrimas após a derrota do Coxa para o CSA por 1 x 0, neste último domingo (21), no Couto Pereira, pela 37ª rodada do Brasileirão Série B. Assim, o atleta disse que pretende conversar com a família para decidir futuro da carreira. 

“Vou pensar o que eu vou fazer da minha vida, se vou continuar ou não. O mais importante era conseguir o acesso com esse clube. Nessa última semana foi complicado para mim. Vou pensar na minha família, vou conversar de novo, para ver se eu continuo ou se foi um adeus com o objetivo conquistado”, disse Rafinha, em entrevista ao SporTV.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CORITIBA E CSA

Logo, o contrato de Rafinha com o Verdão vai até o final de 2022, e já havia dito que cumpriria todo o vínculo. Porém, essa ideia mudou na última semana, segundo o próprio atleta. Desse modo, o veterano falou ainda sobre a derrota para o Azulão, que acabou dando o título da Segundona ao Botafogo, faltando uma rodada para o final. 

“Claro que a gente queria ter vencido hoje para continuar com chance de título, mas desde o começo do ano o objetivo maior era a volta para a Série A. Com todos os percalços, todas as dificuldades que nós passamos no ano, o torcedor merecia a volta à Série A”. 

Por fim, Rafinha exaltou a qualidade dos seus companheiros e a torcida que deu o apoio necessário para a equipe conseguir o acesso à elite do futebol nacional. 

“Foi minha última Série B da carreira. Estou feliz por mais um momento de consagração, de objetivo conquistado. Agora vou pensar o que eu vou fazer. Foi meu último jogo no Couto esse ano”, finalizou o meia.

Foto destaque: Divulgação/Coritiba

Cristian Moraes
Estudante de jornalismo que sonha em trabalhar nos maiores eventos esportivos do mundo. E, assim, ser referência na área. Meu principal objetivo é ser correspondente internacional em Turim ou Londres. Sou fascinado por futebol, e como o esporte influencia às pessoas, e o mundo. Não me limito apenas a assistir, mas a consumir em sua totalidade, estudando e entendendo regras, conceitos, histórias e tudo que envolve o mundo das quatro linhas. No entanto, gosto de acompanhar outras modalidades, como: Basquete, Surf, Futebol Americano, Hóquei, Tênis, dentre tantas outras. Junto isso, tenho o amor pela leitura e a escrita como minhas aliadas na hora de passar para os meus textos, todas as sensações e emoções que estou sentindo, ao lado de informações relevantes com apuração precisa. Seja bem-vindo (a)!

Deixe um comentário