Por que o Goiás demitiu Pintado?

Antes de mais nada, no último domingo (18), boa parte da torcida esmeraldina foi pega de surpresa com a saída do técnico Pintado do Goiás. Até então, ninguém ligado a diretoria do clube tinha dado explicações sobre o que motivou a tomarem essa decisão. No entanto, Edminho Pinheiro, vice-presidente do Conselho Deliberativo do Goiás, em entrevista ao programa Feras do Esporte, explicou os motivos do desligamento do treinador.

COMO ESTAVA O AMBIENTE NO GOIÁS?

“Sabe quando tá tudo bem na sua vida? O financeiro está legal, mas não tem alegria? Não tem leveza? O Goiás de hoje não está nesse ambiente, hoje 80% dos jogadores tomaram café da manhã juntos e isso não acontecia, jogador dificilmente descia, hoje tivemos esse ambiente leve”, afirmou.

QUAL FOI O MOTIVO DA DEMISSÃO DE PINTADO?

“A forma dele (Pintado) de ser. Ele tem a maneira dele de trabalhar que ao meu ver estava reprimindo o grupo, essa repressão estava incomodando a todos. Mas o mais importante é que ele entregou o grupo em uma posição abaixo do G4, e é claro que isso se deve pelo elenco que recebeu criticas no começo da montagem”, relatou.

A POSIÇÃO CONDIZ COM O OBJETIVO DO TIME?

“O Pintado teve a participação dele sim, mas acredito que hoje nós deveríamos estar com no mínimo mais quatro pontos. O Pintado é um do responsáveis pela montagem da equipe. Esse time com exceção do Reynaldo, que pra mim hoje é um dos melhores zagueiros do Brasil, o Vice-Presidente de futebol e Presidente que escolheram as peças. Eu só tive participação na contratação do Apodi e mais nada. Apenas negociei o Bruno Mezenga porque o presidente tinha me pedido pra negociar a pedido do próprio treinador. Hoje o Goiás amanheceu livre leve e solto, é assim que estão todos no Goiás”, concluiu Edminho Pinheiro.

Foto destaque: Divulgação/ Rosiron Rodrigues/ Goiás EC 

André Merice
A paixão pelo esporte me fez escolher a profissão. A experiência como atleta não foi como o esperado. Então, procurei algo em que me encaixasse. E o Jornalismo foi a primeira opção! Falar já é bom, quando o assunto é futebol, se torna melhor ainda.