Patronato x Boca Juniors como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Patronato x Boca Juniors se enfrentaram neste domingo (31), pela 11ª rodada do Campeonato Argentino. Logo, disputado no Estádio Presbitério Bartomé Grella, os mandantes levaram a melhor e venceram, pelo placar elástico de 3 x 0. Nesse sentido, os gols do jogo foram marcados por: Axel Rodrigues, Alexander Sosa e Jonas Acevedo.

Patronato x Boca Juniors – Melhores momentos

1° tempo: mandantes constroem o resultado nos 45 minutos iniciais

Primeiramente, o jogo era de extrema importância para ambos. Dessa forma, tanto os mandantes quanto os visitantes buscavam melhorar a posição na tabela. Em resumo, foi um primeiro tempo dominado por El Patrón. Assim sendo, que, pela muita produtividade ofensiva, foi premiado gol um gol logo aos 23′ da etapa inicial. Dessa maneira, Axel Rodriguez aproveitou a bobeada da zaga do Boca e marcou 1 x 0. No entanto, El Negro não parou por aí. No fim dos primeiro tempo de jogo, aos 40′, Alexander Sosa fez 2 x 0. Aliás, praticamente liquidando o confronto.

2° tempo: Boca não consegue marcar e Patronato faz mais um

Em síntese, uma segunda etapa como começou a primeira. No entando, o Boca Juniors pressionava rumo à um gol e, posteriormente, ao empate. Porém, não era definitivamente o dia da equipe de La Bombonera. Visto que nem mesmo as substituições feitas durante a etapa conseguiram evoluir o time visitante. Inclusive, que pouco tempo mais tarde, veio a sofrer mais um tento. Assim sendo, o relógio marcava 35 do segundo tempo quanto Jonas Acevedo, com autoridade, decretava os três pontos para o Patronato, fazendo 3 x 0.

Patronato x Boca Juniors – E agora?

Agora, foco na próxima rodada. Já que, na próxima sexta-feira (5), os Rojinegros encaram o Banfield, fora de casa, às 21h30 (horário de Brasília). Ao passo que os Xeneizes voltam à grande Buenos Aires para, no sábado (6), encarar o Platense na Bombonera, às 21h (horário de Brasília).

Foto destaque: Divulgação / Patronato

Caio Santos
Jornalista Esportivo, 23 anos, apaixonado por esportes. Na minha carreira, almejo ser comentarista de futebol e o meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo.

Deixe um comentário