Patrick de Lucca diz que assiste vídeos dele para melhorar sempre nos jogos

Homem de confiança de Guto Ferreira, Patrick de Lucca, foi escolhido para conceder entrevista coletiva no CT Evaristo de Macedo. O volante, que atuou em todos os jogos do Campeonato Brasileiro, diz que rever todos os seus jogos buscando melhorar ainda mais, para ajudar o Bahia no grande objetivo da temporada: o acesso à Série A. Em síntese, exaltou colegas de trabalho e de posição, Emerson Santos e Rezende, e disse que se sente confortável jogando junto à eles.

Parceria

A gente fica feliz, até ele como Emerson, são jogadores que tenho orgulho de jogar do lado. Vejo neles coisas que preciso melhorar, em que eles são ótimos. Então sempre me inspiro neles nos treinos, com o que eles fazem. Isso é bom para o grupo, todo mundo evoluir junto, para a gente conseguir o objetivo.

Com seis rodadas de Segunda Divisão, Patrick é o terceiro jogador do Bahia com mais desarmes. São dez roubadas de bola em seis partidas. Dessa forma, o mesmo falou que tenta se mostrar melhor a cada partida, assistindo a ele mesmo. Assim, o Patrick de Lucca sabe aonde errou e com isso, tenta melhorar mais.

Melhorando com vídeos

Tenho que trabalhar bastante ainda. Vejo todos os meus vídeos, então sei os pontos que tenho que melhorar e os pontos que tenho que evoluir ainda mais, e os pontos que estou errando bastante. Eu vejo meus vídeos, trabalho junto com o Dade, que tem meus números. Gosto de observar cada detalhe do meu jogo para estar evoluindo sempre. Sou importante na construção ali de trás, acho que, se não fosse os gols, a gente teria que construir, roubar a bola, e a gente faz esse papel lá atrás.

No topo da Série B, com 13 pontos, acorda é hora de focar na Copa do Brasil. Assim sendo, próxima terça-feira (10), o Bahia tem o jogo de volta contra o Azuriz-PR, às 20h30 (horário de Brasília) no Estádio Os Pioneiros, em Pato Branco. Para Patrick, é de extrema importância conquistar a classificação para próxima fase, para levantar ainda mais a moral do time para os próximos jogos.

Decisão contra o Azuriz

A gente sabe que não vai ser um jogo nada fácil, vai ser bem difícil. A gente tem que construir, independente de como vai estar o estádio, o campo e as adversidades. A gente tem que estar pronto para fazer um jogo bonito ou feio e sair com a classificação. É isso que a gente está colocando na mente.

Foto Destaque: Felipe Santana / EC Bahia / Divulgação

Caio Santos
Jornalista Esportivo, 23 anos, apaixonado por esportes. Na minha carreira, almejo ser comentarista de futebol e o meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo.