Neymar e Ronaldinho

Talvez uma das camisas mais pesadas do futebol mundial, a 10 da Seleção Brasileira carrega consigo uma legião de craques que a vestiram. De Pelé a Lucas Paquetá (último a vesti-la), alternamos entre bons e maus momentos dos jogadores escolhidos para usar o fardo amarelo. Dentre estes, dois carregaram imensas críticas e elogios, muito pela esperança que a torcida canarinho neles depositou: Ronaldinho e Neymar.

Ambos estrearam muito jovens na Seleção: Neymar aos 18 anos e Ronaldinho aos 19. A primeira competição oficial de Ronaldinho foi a Copa América em 1999, onde marcou também o seu primeiro gol, que por sinal, foi um dos mais bonitos de sua carreira. O lance que ficou eternizado na voz de Galvão Bueno com “olha o que ele fez, olha que ele fez”, é até hoje lembrado.

Neymar, por sua vez balançou as redes logo em sua estreia contra os Estados Unidos. A primeira competição oficial foi igualmente uma Copa América, em 2011, quando o Brasil acabou eliminado nas quartas-de-final. A dupla atuou junta em apenas 10 oportunidades.

https://twitter.com/cbf_futebol/status/1096447317308264448?s=21

PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO

Ambos jogaram até aqui duas Copas. Neymar tem números melhores, mas o bruxo tem um título. Ronaldinho ainda não vestia a 10, mas com a 11 fez uma Copa muito honesta e teve uma atuação magistral contra a Inglaterra, marcando de falta um dos mais emblemáticos da história dos Mundiais. A partir daí sua carreira decolou. Eleito o melhor jogador do mundo em 2005 e 2006, o craque era a promessa de levar ao Brasil ao hexa em 2006, mas foi aí que começou seu declínio na Seleção.

Na Copa da Alemanha, as atuações de Ronaldinho foram decepcionantes assim como grande parte do elenco. Mas dele se esperava muito mais do que nenhum gol e apenas uma assistência em cinco jogos, e este semblante culminou em uma lastimável eliminação para a França nas quartas-de-final. Dali então, sua participação na Seleção nunca mais foi certa. Ainda foi convocado para os Jogos Olímpicos em 2008 sem grande brilho, mas depois nunca mais foi lembrado para uma competição oficial, até sua aposentadoria.

Neymar estreou em mundiais em casa, em 2014, e comandou a seleção até o fatídico 7 a 1. É válido lembrar que o camisa 10 não estava presente no jogo contra Alemanha pois sofreu uma grave lesão no duelo anterior, pelas quartas-de-final contra a Colômbia. Terminou aquela Copa com quatro gols marcados em cinco jogos. Em 2018, o astro voltava de lesão justamente para o mundial e embora tenha sentido a falta de ritmo, fez boas partidas mesmo sendo duramente criticado pelas suas supostas simulações. Sua melhor atuação foi justamente no jogo que o Brasil terminou eliminado, pela Bélgica na quartas-de-final.

Ronaldinho em Copas do Mundo:

Participações: 2002 e 2006

Jogos: 10

Gols: 2

Assistências: 4

Neymar em Copas do Mundo:

Participações: 2014 e 2018

Jogos: 10

Gols: 6

Assistências: 3

NÚMEROS, IMPORTÂNCIA E LONGEVIDADE

No geral, Neymar tem números melhores e Ronaldinho mais títulos e mais importantes. Nosso camisa 10 atual  fez 61 gols em 101 jogossendo inclusive o terceiro maior artilheiro da história da Seleção deu ainda 41 assistências mas conquistou apenas uma Copa das Confederações e o Ouro Olímpico. Já o Bruxo tem números mais discretos com 30 gols em 90 partidas e 20 assistências, mas por outro lado conquistou uma Copa do Mundo, uma Copa América e uma Copa das Confederações.

As grandes participações de Neymar na Seleção vieram justamente quando a equipe terminou campeã. Na Copa das Confederações em 2013, o craque fez atuações memoráveis sendo inclusive o Bola de Ouro do torneio vencido com sobras pelos Brasil. Posteriormente na conquista do inédito Ouro Olímpico, em 2016, cercado de pressão, o menino Ney chamou a responsabilidade, como era esperado, e comandou a equipe rumo a conquista frente a Alemanha, algoz de 2014.

 

EIS A QUESTÃO: O MENINO NEY OU O BRUXO NA SELEÇÃO?

Nesta semana, a coluna ‘Eis a Questão' trouxe um embate de dois craques vestindo a maior camisa do futebol mundial. Pode parecer loucura afirmar que Neymar Júnior já fez mais pela seleção do que Ronaldinho Gaúcho, afinal somente um tem uma Copa do Mundo no currículo e não é o astro do PSG. Mas neste texto, trago a ótica de que o bruxo fez muito pouco perto do que podia com a amarelinha sendo assim ultrapassado em termos de importância por Neymar, que inclusive, ainda pode igualar o feito de conquistar uma Copa.

Muitas vezes o saudosismo não nos permite pensar que o R10 nunca foi o mesmo jogador magnífico do Barcelona com a camisa da Seleção, e embora tenha conquistado mais do que Neymar, não significado que tenha jogado mais que ele com a amarela. Ronaldinho conquistou tudo muito rápido e isso pode ter o feito pensar em não ter uma longevidade na única pentacampeã resultando em atuações aquém do esperado, diferente do menino da vila, que ainda batalha para conquistar.

Contudo, nesta ocasião a ordem dos fatores pode sim, alterar o produto. Na onda do novo meme – Neymar é melhor do que Ronaldinho foi na Seleção Brasileira, mas vocês não estão preparados para essa conversa.

https://twitter.com/njrdaily/status/1134119555167596546?s=20

Foto destaque: Reprodução IG

Lucas Nascimento
Olá! Me chamo Lucas, tenho 23 anos e atualmente curso o 7º semestre de jornalismo. Desde criança sempre fui apaixonado por esportes, sobretudo por futebol, o qual coloco como algo mais que um mero esporte. Busco nesta profissão, poder debater, opinar e informar, sempre com responsabilidade, sobre esta paixão que não é somente minha, mas está um pouquinho em todo brasileiro.

Artigos Relacionados