Desde que o zagueiro Marcelo Alves estreou no Vitória, clube baiano sofreu apenas um gol nos últimos dois jogos, contra CRB e Confiança

Um dos novos reforços do Vitória para a temporada 2021, o zagueiro Marcelo Alves acumulou no último sábado (27), duas partidas com a camisa rubro-negra. Contudo, somente nesta segunda-feira (29), ele foi apresentado oficialmente na Toca do Leão. Ou seja, duas semanas após o anúncio oficial da contratação pelo clube baiano.

Nesse sentido, em entrevista coletiva cedida nas dependências da agremiação, Marcelo avaliou o desempenho do time nos dois jogos em que esteve em campo. Primeiramente, no empate contra o CRB, e, em seguida, no segundo empate consecutivo, desta vez, contra o Confiança, pela Copa do Nordeste.
Ao lado do experiente Wallace, o jogador, ex-Madureira, comentou sobre a necessidade de equilíbrio para que o ataque e a defesa apresentem rendimentos.
“Fico feliz pelo sistema defensivo vim encontrando uma forma de jogar, uma maneira bem sólida, mas é mais questão de concentrar um pouco mais, caprichar um pouco mais. A gente tem criado bastante oportunidade, a gente tem se cobrado muito quanto a isso. Tenho certeza que nos próximos jogos a gente vai calibrar um pouco o pé, e os gols vão começar a sair”, afirmou.
Questionado sobre a ambientação ao Vitória, o zagueiro disse que considera importante as orientações do técnico Rodrigo Chagas para facilitar a produção dentro de campo.

MARCELO ALVES DESTACA QUESTÃO FÍSICA EM DIAS

Cedido por empréstimo ao Leão da Barra pelo clube carioca, Marcelo Alves teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) no dia 11 de março. Assim, estreou em pouco menos de duas semanas, justamente contra o CRB, no Barradão.

Aos 23 anos, o jogador antes de fazer sua primeira partida pelo Vitória, entrou em campo pela última vez no dia 25 de fevereiro, com a camisa do Vasco, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Dessa forma, Marcelo explicou que a sequência de jogos da temporada atual juntamente com a rotina de treinos consecutivos auxiliou na preparação dele para estrear.

“Me sinto bem, cheguei, participei um período em treinamento, foi bom para poder estrear bem fisicamente. Vou pegando aos poucos o ritmo e a maneira que Rodrigo gosta que a equipe jogue. Hoje me sinto bem. A tendência é evoluir”. 

Ademais, apesar das boas apresentações recentes, ele deve ser poupado pelo comandante rubro-negro no confronto contra o Bahia de Feira, na próxima quarta-feira (31), às 19h30 (horário de Brasília), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana, pelo Campeonato Baiano. Isso porque, de antemão, Rodrigo Chagas adiantou na entrevista pós-jogo do último fim de semana que mandará à campo uma equipe alternativa.

Foto Destaque: Divulgação/EC Vitória/Pietro Carpi 

Avatar
Pedro Moraes
Falar e escrever sobre futebol é o que há! O Jornalismo Esportivo só me ajudou a ser amante deste esporte, seja ele estadual, nacional ou internacional. Copa do Mundo é vida! Libertadores é pra cardíaco!