Mancini

Na noite deste sábado (9), o América-MG empatou em 1 x 1 com o Juventude pelo Brasileirão. A saber, o gol do Coelho saiu da cabeça de Juninho, capitão do time. Enquanto do lado do JuzãoDawhan colocou a bola para dentro do arco. Assim, ao fim da partida, o técnico Vágner Mancini falou sobre um possível recuo do Deca após abrir o placar. Bem como, comentou sobre a atuação do time na partida.

Mancini fala sobre recuo

Primeiramente, o técnico Vágner Mancini avaliou um possível recuo do América-MG após fazer o seu gol. Assim, deu muitos espaços para o Juventude, que chegou ao empate. No entanto, o treinador discorda, e explica que vê este fenômeno por um ângulo diferente.

O América não recuou. Na verdade, o Juventude melhorou na partida. Passaram a usar muito bem os dois extremos, e acabou, naturalmente, empurrando nossa equipe para trás. A gente até tentou fazer a marcação que vínhamos fazendo nos outros jogos. Mas, tivemos que alterar em virtude deste jogo com bolas longas. O Juventude, na primeira etapa, ganhou muito a segunda bola, isso dificultou a nossa saída para o jogo”, analisou.

Além disso, avaliou que o time está mais maduro, por saber se adaptar às nuances da partida.

“Então, existem jogos e jogos. A partir do momento em que você encontra espaço para jogar tecnicamente, o América vai jogar. No dia que tiver que brigar pelo resultado, usando a força física, o América também vai brigar. Porque, eu acho que um time maduro precisa saber jogar todos os tipos de partidas. E foi isso que aconteceu hoje, na minha opinião”, completou.

A atuação no geral

Em seguida, perguntado sobre os erros da equipe, Mancini também discordou. Assim, o técnico explicou sua visão, que nem sempre as partidas se apresentarão ao América.

Não vi dessa forma, não vi erros. Na verdade, vi um jogo disputadíssimo. O Juventude foi uma equipe também muito competitiva em campo, que nos deu muitas dificuldades no jogo. Não é todas as partidas que vamos ter superioridade. Eventualmente, vamos encontrar adversários também que dificultam, e hoje foi um dia assim”, analisou

Ademais, o treinador frisou que o Juventude teve uma melhora, e dificultou as coisas para o América.

“O América iniciou bem a partida, fez seu gol, até os 20 minutos iniciais. Depois disso, houve uma melhora considerável do Juventude na partida. E a gente acabou sofrendo o gol de empate no último lance do primeiro tempo. Voltamos no segundo tempo um pouco mais organizados taticamente, e duelamos em alto nível. Então, foi um jogo de muito desgaste, finalizou.

>> América-MG empata com o Juventude em Caxias. Confira o pós-jogo.

Foto destaque: Divulgação/João Zebral/América-MG

Caian Oliveira
Siga-me no Twitter: @caiansoliveira

Deixe um comentário