Jair Comenta Sobre o Suposto Erro da Arbitragem no Jogo Contra o Corinthians

Primeiramente, no jogo contra o Corinthians. O Goiás perdeu por 1 x 0. Mas com um gol devidamente polêmico. Portanto, o técnico Jair Ventura comentou sobre o feito. 

Dispara Jair

Nesse ínterim, o elenco Esmeraldino já entrava na partida desfalcado. No decorrer da partida, foi marcado um pênalti a favor do Timão, por um suposto toque de mão de Caio Vinícius. No entanto, Salvio Espínola, da Central do Apito, disse que não daria a penalidade. 

Contudo, para Jair este foi um “Erro grotesco”. De Braulio da Silva Machado (Fifa/SC). De acordo, com o treinador esmeraldino, esta falha pode trazer graves consequências para o Goiás ao acabar a competição. Jair destaca que o time deixou de conquistar no mínimo um ponto que poderia ser valioso para o elenco.

“Muitas equipes já deixaram de conquistar seus objetivos por um ponto. Esse ponto para o Goiás pode fazer muita falta. Pode ser determinante para o nosso ano e ninguém lá na frente vai lembrar desse erro grotesco.”disse Jair 

Sendo assim. Jair questionou também, um suposto lance de penalidade não assinalado em Pedro Raul, para o Goiás, no segundo tempo. 

Pensando, nessas atuações que podem prejudicar o time, Jair fala:

“Eu perco três, quatro jogos e sou mandado embora. O cara (árbitro) não vem aqui explicar quando erra. Vou falar de arbitragem, sim. Quando errarem, vão escutar. Todo mundo tem que ser cobrado. Foram dois erros que mudaram a história do jogo.” argumenta.

Bom jogo do time, mesmo com desfalques

Por fim, mesmo com a derrota, o treinador elogiou o desempenho e a postura do Goiás, que fez um jogo equilibrado mesmo desfalcado, sobretudo na defesa. 

Infelizmente com o resultado negativo o clube voltou para a zona de rebaixamento do Brasileirão, mas Jair enaltece a entrega da equipe, que retorna a campo amanhã, contra o Atlético-GO, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

“Duas infelicidades dele que foram determinantes. Meu goleiro não fez nenhuma defesa difícil. A torcida viu que teve o erro (arbitragem), que viemos com nove desfalques, que vamos tendo que se reinventar. Vamos levar o Goiás o mais longe possível dentro das dificuldades.”

Márcia Regina
Meu nome é Márcia Regina. Formada em Jornalismo, pela Puc Minas, tenho 28 anos de idade. Para mim o Jornalismo tem como característica, várias formas de aprender sobre os mais diversos assuntos. Estou aqui para demonstrar um pouco da minha paixão por Jornalismo Esportivo.

Deixe um comentário