Grupo 1 da Série D tem novo líder e time com invencibilidade quebrada

- O Bragantino-PA continua sem perder na Série D, assim como o Rio Branco-AC. Já o Independente amarga a terceira derrota e Vilhenense sai da zona de classificação
Galvez é superior e vence a segunda seguida no Grupo 1 da Série D

A rodada do meio de semana rendeu grandes jogos na Série D do Campeonato Brasileiro. Em partida que valia a liderança do grupo 1, o Bragantino-PA assumiu a ponta e deixou o Fast três posições atrás. Ainda, o Galvez  conquistou os três pontos em cima do Vilhenense, deixando o time de Rondônia fora da zona de classificação para a próxima fase. Enquanto isso, o Independente-PA acumula mais uma derrota, agora para o Ji-Paraná em casa.

 

BRASILEIRÃO SÉRIE D – 2ª RODADA – GRUPO A1

Bragantino-PA 3 x 1 Fast

Na tarde desta quarta-feira (30), o Tubarão do Caeté enfrentou o Tricolor de Aço no Estádio Diogão, em Bragança, no Pará. A saber, a equipe amazonense estava invicta no torneio. Porém, o Bragantino apostou nos contra-ataques para levar perigo ao Fast, o que rendeu o domínio do confronto. Com chances de tornar a partida uma goleada, o Braga perdeu grandes chances e fechou o placar em 3 x 1.

A princípio, o goleiro Gustavo fez boas defesas para o Tricolor, nas jogadas de Wendell, Fidélis e Canga. Entretanto, o defensor não conseguiu evitar o cabeceio de Paulo de Tárcio, que investiu no canto do gol aos 42’ do primeiro tempo.

Após algumas tentativas, o Dadá aproveitou uma cobrança de escanteio aos 9’ e chegou ao empate. Mas, dois minutos depois, Edicleber já estaria livre na área rival, livre de marcação, para colocar o Fast na frente. Por fim, Mauro Praia bateu por cima do goleiro e ampliou para o Tubarão. Dessa forma, o Bragantino-PA é líder do grupo 1, enquanto  Fast cai para a quarta colocação.

Independente-PA 1 x 2 Ji-Paraná

Em busca da primeira vitória, ambos os times mostram intensidade já no início do jogo. Porém, foi o Galo da BR que abriu os serviços aos 4’, após Whattimen receber sozinho na grande área. No momento em que o técnico Charles Guerreiro colocou o atacante Danrley em campo, logo aos 18’, os donos da casa apareceram mais no jogo. Assim, depois de cinco minutos, Joãozinho empatou, de cabeça, para o Independente.

Por outro lado, a situação se complicaria para o Galo Elétrico no final da primeira etapa. Em virtude da agressão em cima de Charles, Raigol saiu da partida expulso aos 40’. Ainda assim, o confronto seguiu equilibrado nos 45 minutos finais.

Victor quase colocou o Jipa em vantagem, mas Evandro Gigante defendeu o chute, enquanto Marcelinho arriscou para o time paraense. Dessa maneira, o gol do Ji-Paraná seria de Lídia, que concedeu a vitória à equipe aos 41’. O Independente-PA ainda não venceu no campeonato e amarga na última colocação do grupo 1.

 

Galvez 2 x 1 Vilhenense

O Imperador recebeu o Vilhenense na Arena Rondônia, no intuito de vencer a segunda consecutiva na competição. Entretanto, o primeiro tempo de ambas as equipes não foi eficiente e terminou zerado. Já no segundo período, o Galvez demonstrou maior qualidade no ataque, chegando ao gol aos 15′ com Radames.

Embora estivesse atrás no placar, o Vilhenense não desanimou e conseguiu o empate em cobrança de penâlti. Após a bola atingir a mão de Weverton, a arbitragem assinalou a penalidade, convertida nos pés de Edilson aos 22′.

Logo depois, o Galvez buscou dominar a partida e assim fez. Dessa forma, o Imperador venceu a primeira em casa graças ao gol de Pablo, aos 35′. O zagueiro conseguiu tocar para o fundo do gol após bater a cabeça com o goleiro.

 

Rio Branco-AC 0 x 0 Atlético-AC

Em confronto com chuva de cartões, o clássico acreano terminou empatado sem gols. Apesar de começar melhor, o Galo Carijó errava nas finalizações. Na metade da primeira etapa, o Rio Branco apareceu com mais intensidade na partida, mas viu o técnico Celso Teixeira ser expulso logo em seguida. Depois de reclamar da uma decisão do árbitro Fábio Santos, o treinador recebeu cartão amarelo, aplaudiu a decisão e foi punido com o vermelho.

Do mesmo modo, os cartões marcaram o segundo tempo. Por conta do maior número de faltas, o árbitro distribuiu as penalizações. Ao todo, o Atlético-AC recebeu oito cartões, que renderam a expulsão do meia-atacante John. Dois amarelos foram registrados para o Rio Branco. Assim, os jogadores de ambos os lados diminuíram o ritmo e demonstram desorganização em campo. Logo, o zero permaneceu no placar e cada equipe somou um ponto.

 

Foto destaque: Reprodução/Rede Amazônica Acre/Paulo Henrique Nascimento

Luma Lane Rodrigues

Sobre Luma Lane Rodrigues

Luma Lane Rodrigues já escreveu 66 posts nesse site..

Meu nome é Luma Lane. Tenho 18 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o segundo período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa. Sempre fui apaixonada na área - em especial no jornalismo esportivo - e entrar para a faculdade me deu ainda mais certeza de que esse é o meu sonho. Gosto bastante de fotografar, ouvir músicas, ler e escrever. Considero o ramo extremamente importante e necessário, pelo contato com o público e por ter a transmissão da verdade como pilar principal. Nesse sentido, meu objetivo é conhecer diferentes culturas, esportes e pessoas, para contribuir de forma cada vez mais eficaz ao mundo. Nesta que é a minha primeira experiência profissional, espero colaborar com meus textos para o crescimento da plataforma, além de aprender com as técnicas do site para evoluir na carreira.

BetWarrior


Poliesportiva


Luma Lane Rodrigues
Luma Lane Rodrigues
Meu nome é Luma Lane. Tenho 18 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o segundo período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa. Sempre fui apaixonada na área - em especial no jornalismo esportivo - e entrar para a faculdade me deu ainda mais certeza de que esse é o meu sonho. Gosto bastante de fotografar, ouvir músicas, ler e escrever. Considero o ramo extremamente importante e necessário, pelo contato com o público e por ter a transmissão da verdade como pilar principal. Nesse sentido, meu objetivo é conhecer diferentes culturas, esportes e pessoas, para contribuir de forma cada vez mais eficaz ao mundo. Nesta que é a minha primeira experiência profissional, espero colaborar com meus textos para o crescimento da plataforma, além de aprender com as técnicas do site para evoluir na carreira.

Artigos Relacionados

Topo