Goianésia se prepara para Série D (Foto: divulgação/Goianésia EC)

Após a paralisação do Campeonato Goiano em março, o Goianésia dispensou jogadores, comissão técnica e funcionários. O Azulão ocupava a 4ª colocação no torneio, com 15 pontos. Em 10 partidas disputadas, foram quatro vitórias, três empates e outras três derrotas. Além disso, a equipe irá participar da Série D do Campeonato Brasileiro.

Assim, a CBF divulgou que a competição começará em 19 de setembro. O Goianésia faz parte do grupo 5 com Vitória, de Espírito Santo, Águia Negra, de Mato Grosso do Sul, União Rondonópolis e Operário, ambos de Mato Grosso, e, por fim, CRAC e Goiânia, de Goiás. Portanto, o primeiro duelo do Goianésia será contra o Vitória, em casa.

Já pensando na competição nacional, a diretoria do Azulão confirmou a renovação com o técnico Luan Carlos, que dirigiu a equipe no último jogo do Goianão. Dessa forma, o professor dará sequência no trabalho iniciado anteriormente. Somado a isso, juntamente com a diretoria, Luan prometeu que montará um time competitivo e que irá buscar uma classificação histórica na Série D do Campeonato Brasileiro.

https://twitter.com/azulao_oficial/status/1281347303517937668?s=21

Antes disso, em vídeo divulgado pela assessoria do Goianésia no início de julho, o presidente Marco Antônio Maia garantiu que pretende manter a base do Goianão de 2020. Além disso, destacou que pretende contratar reforços pontuais para a equipe. 

“Na suspensão do Campeonato Goiano, nós encerramos todos os contratos. Entretanto, há conversas com os jogadores. Estamos apalavrados com o Luan Carlos e com toda comissão técnica. A estrutura já está pronta para receber todos os atletas e colaboradores. Ademais, provavelmente vamos precisar contratar alguns jogadores que já foram realocados em outros times, mas a base será praticamente a mesma que estava disputando o Campeonato Goiano”, garantiu o presidente do Goianésia.

Foto destaque: Divulgação/Goianésia EC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados