Jogo de ida

Na tarde do último domingo (6), três partidas terminaram empatadas pelos jogos de ida da segunda fase do Brasileirão Série D 2020. Jogando no Estádio Nhozinho Santos, Moto Club e Fast-AM empataram em 2 x 2, da mesma forma que Goianésia e Gama. Além disso, no Estádio Helenão, Tupynambás e Aparecidense-GO ficaram no 1 x 1, com gol de empate do Baeta saindo aos 41′ da segunda etapa.

BRASILEIRÃO SÉRIE D – SEGUNDA FASE – JOGOS DE IDA

Moto Club 2 x 2 Fast-AM

Apesar de jogar fora de casa, o Fast não se intimidou e apareceu logo aos 8′, quando Ítalo invadiu a área pela esquerda e finalizou, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora. Contudo, os gols só saíram na segunda etapa, e o Moto foi o primeiro a balançar as redes. Aos 5′, Abu arriscou de fora e pegou mal na bola, mas ela sobrou nos pés de Edrean, que dominou o chute errado e ficou sozinho para bater no canto direito e abrir o placar.

O Tricolor empatou aos 38′, quando Dijá Baiano recebeu dentro da área e chutou cruzado para vencer o goleiro Saulo. Porém, o segundo do Papão do Norte saiu aos 40′, devido a linda jogada individual de Flamel, que entortou o marcador e bateu cruzado para marcar um golaço e ampliar. No apagar das luzes, o Fast empatou aos 51′, porque Régis recebeu cruzamento e cabeceou livre para marcar e garantir o empate.

Goianésia 2 x 2 Gama

Da mesma forma, Goianésia e Gama protagonizaram um jogo eletrizante. Logo aos 11′, Vanílson recebeu dentro da área e finalizou, mas o chute foi travado pela defesa. Contudo, no rebote, o centroavante aproveitou o gol aberto e mandou para o fundo das redes. O Verdão empatou aos 25′, quando, após cruzamento, Romário recebeu bola ajeitada e emendou uma bomba para fuzilar o gol do time goiano.

Já no 2º tempo, Vanílson recebeu na entrada da área e tentou o drible, mas o marcador bloqueou com a mão e foi marcado o pênalti. Na cobrança, o próprio Vanílson bateu no meio e colocou o Azulão de novo na frente. Entretanto, o Gama empatou da mesma forma, já que Michel Platini foi derrubado na área. O mesmo Michel Platini cobrou e mandou no canto direito para marcar o segundo e assegurar o empate.

Tupynambás 1 x 1 Aparecidense-GO

A primeira chance de perigo do jogo surgiu apenas aos 34′, quando Bruninho recebeu dentro da área e emendou para o gol, mas parou em excelente defesa com os pés do goleiro Tony. Contudo, quem abriu o placar foi o Aparecidense, e apenas na segunda etapa. Aos 15′, Negueba recebeu livre na área e foi derrubado pelo goleiro Renan, mas na vantagem da jogada, Alex Henrique aproveitou a bola livre e o gol aberto para só empurrar para as redes.

Entretanto, aos 40′, Lucas cruzou na área, e a zaga do Camaleão afastou. Na sobra, Albert chegou batendo, e a bola encostou na mão de Bruno Henrique, consequentemente, anotando pênalti para o Tupynambás. Na cobrança, Fabinho Alves mandou no canto esquerdo, enquanto Tony caiu para o direito, e sacramentou o empate para o Baeta.

Foto Destaque: Reprodução/Assessoria P2

Avatar
Márcio Moreno
Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de ter escrito sobre handebol no jornal impresso da faculdade. Além do futebol, sou fã de tênis, basquete e Pro-Wrestling.

Artigos Relacionados