dudu

Em suma, Dudu foi as lágrimas após o apito final da partida em que classificou o Palmeiras para a final da Libertadores. O meia marcou o gol do empate, que deu ao Verdão, a possibilidade de jogar pelo segundo ano seguido, a decisão.

Decerto, o camisa 43 fez questão de se declarar ao clube, relembrando sua história no time. Dudu não esteve na campanha da Libertadores de 2020 e por isso, agora tem a chance de glória eterna junto ao time:

“Eu acho que é um sonho, né. Estou aqui desde 2015, vivi grandes momentos aqui. Infelizmente tive que sair por problemas que passei fora de campo, mas o torcedor sabe do amor que tenho por esse clube. E eles têm por mim. Espero representar bem essa camisa no dia 27, fazer um grande jogo lá no Uruguai.”

Ainda sobre o confronto, Dudu explicou a irritação na substituição na primeira partida da semifinal, no dia 21. Para ele, o time poderia ter outro resultado:

“Nós poderíamos ter dado mais. Saí bravo com a situação que a gente estava, mas tudo é uma estratégia do Abel, tudo é pensado. Fizemos um jogo perfeito na marcação lá, para não tomar gol. Viemos aqui, tivemos muitas chances no jogo. Tomamos o gol, mas não desesperamos. Sabíamos que precisávamos de um gol. Fomos recompensados por um jogo perfeito em São Paulo e pelo jogo daqui”.

Foto destaque: Reprodução/Palmeiras

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!