abel

Em suma, a direção do Palmeiras tem se reunido com constância para debater o momento ruim do time, perto de uma final de Libertadores. Decerto, o time que só conquistou quatro pontos em 18 possíveis, além de não obter os resultados, tem se apresentado mal diante as avaliações. Por isso, o futebol, como um todo, é pauta diariamente. Entretanto, não há movimentação de mudanças bruscas, faltando dois meses para o fim da temporada. A confiança em Abel Ferreira, por exemplo, segue intacta e o treinador só sai do time, antes do fim de 2021, se quiser.

Portanto, a direção sabe que decisões ruins estão sendo cometidas pela comissão, mas também pelos jogadores. Atuações individuais, como escolhas de jogadas erradas, também passam pelo crivo dos debates, o que deixa o trabalho do português respaldado até o final. Nenhuma reunião de cobrança foi feita, apenas rodas de conversas entre todos.

Abel, por exemplo, é um dos principais motivadores, e sempre reúne o time antes dos treinamentos para uma conversa. Nas últimas semanas, o presidente Maurício Galiotte e outros dirigentes tem marcado presença nos treinos. A preocupação maior, além do título da Libertadores, é deixar o Verdão classificado para a competição do ano que vem de forma direta.

Foto destaque: Reprodução/Palmeiras

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!