Cuiabá x Chapecoense - Como aconteceu - resultados, destaques e reação

Antes de mais nada, Cuiabá e Chapecoense se enfrentaram nesta quinta (4) pela 31ª rodada do Brasileirão, rodada esta que foi antecipada. Dessa forma, Chape e Auriverde da Baixada combateram na Arena Pantanal, porém, não inauguraram o marcador e o jogo acabou com placar zerado.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CUIABÁ X CHAPECOENSE

1º TEMPO: CUIABÁ NÃO CRIA, E CHAPE TAMBÉM NÃO

De antemão, o primeiro tempo não tirou suspiros de nenhum torcedor. Dessa forma, com poucas jogadas perigosas, nenhuma das esquadra conseguiu chegar perto de abrir o marcador,  logo, exigindo pouco dos arqueiros.
Deste modo, o lance mais emocionante na etapa inicial foi um arremate ao gol feito por Yuri Lima pelo Cuiabá, porém, muito bem defendido por Keiller.

2º TEMPO: CHAPECOENSE E AURIVERDE TENTAM, PORÉM SEGUEM NO ZERO

Bem como, no segundo tempo os plantéis se propuseram a atacar, todavia sem efetividade. Nesse ínterim, apesar das mudanças feitas pelos técnicos, o segundo tempo não trouxe muitos momentos brilhantes. Logo depois, os treinadores optaram por mudar algumas peças de seus respectivos elencos, mas ainda assim não conseguiram a vitória.

Em suma, a Chape levou perigo a meta do Cuiabá aos 13 minutos com Henrique Almeida, e depois com Marquinho no minuto final, logo, sem sucesso. Em seguida, o Cuiabá levou perigo ao gol dos visitantes logo aos 14 minutos com Rafael Gava, que parou na defesa de Keiller.

CUIABÁ X CHAPECOENSE – E AGORA?

Por fim, o Cuiabá, que vive momento bem confortável na tabela enfrenta o Ceará na próxima rodada, e por mais distante que pareça, vai se aproximando do G6, estando apenas seis pontos dos líderes.

Por outro lado, a Chapecoense, já quase rebaixada, recebe o Juventude na rodada seguinte, em busca da sua segunda vitória no torneio.

Foto destaque: Divulgação / Márcio Cunha / ACF

Filipe de Mello
Me chamo Filipe Augusto do Nascimento de Mello, tenho 21 anos de idade, trabalho a 3 anos e meio como corretor de seguros (primeira experiência profissional). Escolhi ser jornalista em meados de 2014 e ingressei na faculdade em 2016, atualmente busco experiência na área, principalmente nos setores de redação, foto e cobertura de notícias.