Corinthians x Racing-ARG – Hora da revanche para os brasileiros

Corinthians e Racing estreiam na Copa Sul-Americana. O jogo acontece às 21h30 (horário de Brasília), na Arena Corinthians, em Itaquera. O jogo marca uma espécie de revanche, pois em 2017, a equipe argentina eliminou os brasileiros, na mesma competição, mas na fase de oitavas de final. Em momentos diferentes daquela ocasião, um lado quer repetir o feito, o outro quer fazer diferente e ainda ganhar confiança para a temporada.

Corinthians

No time de Parque São Jorge, não tem muito o que diferenciar do 11 titulares que vêm sendo escalados. A única dúvida de Fábio Carille é o goleiro Cássio, que sofreu uma pancada na coxa direita, e só terá a definição de sua titularidade, momentos antes da partida. Caso ele não possa atuar, Walter será o seu substituto. Outro que não estará em campo é Danilo Avelar, por conta de uma suspensão, para seu lugar Carlos Augusto deve ser o titular.

Provável escalação: Cássio; Fágner, Manoel, Henrique e Carlos Augusto; Ralf, Ramiro, Sornoza, Jádson, Vágner Love; Gustavo. Técnico: Fábio Carille.

https://twitter.com/Corinthians/status/1095804812162084864

Racing

O líder do Argentino também deve vir completa para Itaquera. Comandados por Eduardo Coudet, terá mudanças apenas no ataque com saída de Centurión, suspenso, dando lugar a Andrés Rios. Outros dois desfalques serão Lucas Orban e Rodrigo Schlegel, por conta lesões. Sem esses jogadores, a equipe no papel, deve ser ofensiva, jogando com dois atacantes no meio e dois pontas no meio, buscando o jogo pelas laterais.

Provável escalação: Arias; Saravia, Sigalli, Donatti e Mena; Marcelo Diaz, Solari, Zaracho e Gullermo Fernandez; Cvitanich e Andrés Rios. Técnico: Eduardo Coudet.

https://twitter.com/RacingClub/status/1095781533854642180

Retrospecto

O duelo já aconteceu em quatro oportunidades, e não foram os melhores dias para o Corinthians. O Racing venceu dois jogos e empatou em outras duas ocasiões, uma delas em São Paulo, na Copa Mercosul, por 1 x 0. Os empates vieram em 2017, por 1 x 1 na Argentina, e 0 x 0 no Brasil.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva e sou de Altamira no Pará. Pós-graduado na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Artigos Relacionados